Notícias

A lista de Ronaldo Cancão de presidentes comprados. Você acredita no seu presidente de bairro?

 

Ser presidente de associação de moradores ou líder comunitário, devia ser algo levado a sério, e não apenas como a busca pelo “status” de ser chamado de tal. No município, temos duas entidades que “respondem” pela realizações das eleições das associações de moradores. A FEAMUPE (Federação das Associações de Moradores de Petrolina) e a CUBAPE (Central Única dos Bairros de Petrolina). Essas entidades, realizam as eleições, de acordo com a realidade de cada bairro. Os moradores e seus representantes escolhem qual das entidades querem que seja responsável pela campanha e eleição.

Não existe divergência entre as entidades, nem tampouco são concorrentes. São legalizadas e trabalham pela lisura de cada pleito. No entanto, muitas reclamações ao longo desses anos, tem chegado à imprensa, e até indo as instancias, no MPPE.  A FEAMUPE e a  CUBAPE, tem por obrigação, responder por essas eleições. Na última sessão na Câmara de Vereadores em Petrolina,os Edis fizeram uma denúncia, aonde diziam que várias lideranças comunitárias  tem usado os meios de comunicação para denegri-los, ferir não somente o vereador, mas a família. O vereador Roanldo  Souza , disse ter uma lista, onde nomes de várias lideranças comunitárias, recebem salário na prefeitura como cargos em comissão, somente para ligar para rádios, darem entrevistas , com o intuito de manchar a legislatura atual na  Casa Plínio Amorim. Será que ele vai dar nomes aos bois?

Muitas associações, tem dado entrada em processos, por perceber que as vezes essa lisura de um pleito, as vezes é tomado por atos duvidosos, que tem deixado os moradores sem saber de fato a verdade dos acontecimentos. A exemplo das últimas eleições na Cohab Massangano, aonde se tem um número de mais ou menos duas mil pessoas aptas a votar, e menos de 100 pessoas foram as urnas. É legitima a eleição, no entanto, a representatividade fica esquálida,e não proporciona credibilidade. Infelizmente , muitos presidentes de associações tem deixado um legado de coisas ruins nas suas comunidades. Presidentes que ao invés de defender sua comunidade, defendem apenas seus salários, quando vendem seu mandato a prefeitos e vereadores. Usando o bairro como moeda de troca, dizendo-se donos do bairro.

É hora de Petrolina, começar de verdade a fiscalizar essas associações, ou melhor dizendo, os presidentes delas.Você acredita no seu presidente de bairro?

Por Cauby Fernandes

@lingua

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar