NotíciasPolítica

A mão forte da Justiça quebra orgulho de Aero Cruz em Petrolina. A culpa de toda celeuma tem nome: Whenderson Batista

Agora são outros 500!

A Câmara Municipal de Petrolina anunciou, a suspensão do pagamento da verba indenizatória de combustível para os veículos da Câmara de Vereadores.

Aero Cruz, presidente da Casa, só voltou atrás depois que uma uma ação popular, colocada pelo Advogado Julio Lóssio Filho, pedia que fosse invalidado o Projeto de Lei.  Foi então, que a Vara da Fazenda Pública do município, entendendo que o momento para tal aumento era inviável,   concedeu liminar determinando a suspensão imediata da Lei que fora sancionada pelo presidente que aumentava a cota de combustíveis de 2 para 3 mil Reais, para cada vereador de Petrolina usar em seus veículos.

A medida tomada pelo presidente provocou a revolta da população. O Projeto de Lei foi aprovado por ampla maioria, mas diante da repercussão negativa na cidade , nove dos 23 vereadores chegaram a anunciar que abririam mão da cota adicional. No entanto, no início deste mês, para não demonstrar fraqueza, como confessaram alguns vereadores,  Aero Cruz (MDB), atual presidente da Casa Plínio Amorim, anunciou que a nova lei seria mantida.

Porém, agora são outros quinhentos. Sentindo o peso da mão da  Justiça, ele (Aero Cruz), foi obrigado a voltar atrás em sua decisão e a Câmara emitiu comunicado oficial nesta terça, informando o imediato cumprimento da decisão da Justiça.

Verdade: a culpa disso tudo tem nome: Wenderson Batista (DEM). O vereador provocou a ira da população quando disse que queria mais aumento e que o reajuste ainda era pouco. Com as palavras de péssimo gosto, o vereador colocou todos os vereadores na mesma balança e, sendo arrogante ao extremo,  fez com que Aero Cruz, errasse duas vezes: o primeiro erro foi  colocar o projeto para votação e o segundo, sancionar a Lei quando todos pediam revogação do projeto.

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar