Notícias

A responsabilidade é de Miguel Coelho. Vereadores invertem papéis quando querem ser prefeito

Carro Pipas, cuidar das pessoas, levar assistência a quem precisa,  é papel da prefeitura e seu gestor. Mas, Virou festa, e vereadores decidiram que farão o papel de gestor, já que segundo eles,  o prefeito não resolve aquilo que é de  fácil resolução. Um erro, já que o papel do vereador é denunciar, fazer requerimento e principalmente fiscalizar  o que é realizado ou não,  pela prefeitura.

Se o secretário, que deve explicações ao prefeito, está sendo omisso no tocante a realizar seu serviço, cabe ao vereador usar todas as armas para  que o trabalho seja cumprido.Isso dentro da Lei, da forma correta. No entanto, virou moda em Petrolina querer ser prefeito. Os vereadores (principalmente os da oposição), querem fazer algo que não lhes compete. O que mais intriga é que fazem disso um espetáculo, subestimando a inteligencia da população.

Dessa feita, a exposição sem necessidade veio por parte de Domingos de Cristália e Gabriel Menezes. Segundo os vereadores, depois de elaborarem Requerimentos e Indicações dirigidos ao Prefeito Miguel Coelho (PSB), onde falavam da necessidade de ser feita a aquisição de “carros pipa”, para levar água potável para as comunidades do interior de Petrolina, eles , que não foram atendidos, resolveram que irão atender com carros pipa as comunidades do interior petrolinense. Outro erro e sem necessidade.

Sendo franco, Zé Batista está deixando a desejar sim. Ele que é secretário de Desenvolvimento Rural, tem falhado com o interior de Petrolina, isso é fato! No entanto, os vereadores exageram quando expõe suas imagens como salvadores da Pátria. Gabriel Menezes é sério naquilo que faz, mas errou e errou feio em se juntar a Domingos de Cristália em querer fazer disso um espetáculo, não é por aí. O papel de vereador, é ser vereador. O papel de prefeito é ser prefeito, não se pode querer inverter os papéis.

Sem necessidade!

O vereador Domingos de Cristalia, enviou nota ao blog, explicando o motivo de ter tomado essa iniciativa. Acompanhe:

Caro Cauby Fernandes,

Acredito que em parte você tenha razão. Não deveria ser papel do legislativo atuar com ações diretas para o município afinal essa é uma prerrogativa do poder executivo.
Infelizmente,  o atual prefeito que  foi eleito prometendo muito,  vem fazendo muito pouco.
Vivo no interior e convivo dia a dia com comunidades da área de sequeiro que clamam por água e não suportei ver o sofrimento do meu povo é não fazer nada.
Sei que a prefeitura e o governo estadual devem agir para minimizar essa situação contudo,  a ineficiência do atual governo não me deixou outra alternativa se não, a de agir.

Obrigado, Domingos de Cristália

Por Cauby Fernandes

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar