Notícias

Anvisa vai debater uso de Maconha como medicamento

No entanto, o consumo da Cannabis ainda é proibido

Prestes a entrar em debate na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a proposta de dar aval para o cultivo de maconha no País deverá ter foco na pesquisa e produção de medicamentos, sem que haja espaço para outros produtos, afirmou o diretor-presidente da agência, William Dib.

“Precisa ficar claro o seguinte: não estamos liberando a cannabis, mas liberando medicamentos à base de cannabis”, disse. “ah, mas cigarro [de maconha] é bom para cefaleia [dor de cabeça].’ não pode. essa forma de administração não vai existir. se quiser xampu à base de cannabis, também não terá”, disse.

Na próxima semana, diretores discutirão a possibilidade de submeter à consulta pública duas propostas de resoluções: uma que regulará o plantio de cannabis no brasil para pesquisa e outra com regras para registro de medicamentos, pós-registro e monitoramento desses produtos.
Hoje, o plantio de cannabis é vetado no Brasil. desde 2006, no entanto, a lei 11.343 prevê a possibilidade de que a União autorize o cultivo “para fins medicinais e científicos, em local e prazo predeterminados, mediante fiscalização”.

O novo debate, assim, representa o primeiro passo para a regulamentação do tema, o que poderá aumentar o espaço para o uso medicinal da maconha no País.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar