Notícias

Assessores de Temer desconfiam que Loures está negociando delação

 

 

Depois que foi alvo de delatores da JBS, o deputado afastado Rocha Loures (PMDB-PR) “sumiu” do mapa. Para assessores do presidente Michel Temer, ele já pode estar negociando delação premiada com os investigadores da Lava Jato.

Loures é um dos nome de confiança do presidente e foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil, entregue por um executivo da J&F, holding que controla a JBS, empresa de Joesley e Wesley Batista. A Polícia Federal investiga a quem o dinheiro seria destinado, e para que fins.

Os fatos que levam pessoas próximas a Temer a pensarem na possibilidade de delação, por parte de Loures, são três, de acordo com informações do colunista Murilo Ramos, da revista Época: o deputado não tem conversado com o governo, a entrega da mala com R$ 465 mil à Polícia Federal pode ter sido um gesto de contribuição com as investigações e, por fim, o advogado contratado por Loures, José Luís de Oliveira, acompanha o caso de um delator na Lava Jato, o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro.

@lingua

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar