Notícias

Até que enfim! Adeus Cunha!

Depois
de 11 meses  de muita conversa , de muita
ofensa e cinismo, enfim ,Eduardo Cunha é cassado. Por 450 votos a favor e 10
contra, A  Câmara dos Deputados coloca um
ponto final nesse lento processo que já irritava todos os brasileiros.
Nunca
o País viveu uma situação tão extrema  de
escancarado  caso de mentiras nos poderes
que sustentam o Brasil.
Com
tom dissimulado,  cheio de pegadinhas e voz
embargada, o teatral Cunha tentou convencer os deputados que é a vitima e que
foi cassado por que abriu o processo de impeachment contra a  ex-presidente Dilma Rousseff.
“Sou
apenas a vitima de um processo político, e fui cassado por que abri o processo
de impeachment”, disse Cunha.
Aqueles
que batiam nas costas de Cunha quando era presidente da Câmara, o abandonaram,
deram as costas! Seus amigos sumiram. Apenas 10 deputados disseram não à cassação.
Sem medo esses deputados mantiveram suas opiniões em relação ao caso, e remaram
contra a maré.
São eles:
Carlos Andrade (PHS-RR)
Carlos Marun (PMDB-MS)
André Abdon (PP-AL)
João Carlos Bacelar (PR-BA)
Wellington Roberto (PR-PB)
Júlia Marinho (PSC-PA)
Pastor Marco Feliciano (PSC-SP)
Dâmina Pereira (PSL-MG)
Jozi Araújo (PTN-AP)
Paulo Pereira da Silva (SD-SP)
Quem se absteve:
Alberto Filho (PMDB-MA)
Mauro Lopes (PMDB-MG)
Saraiva Felipe (PMDB-MG)
Nelson Meurer (PP-PR)
Rôney Nemer (PP-DF)
Delegado Edson Moreira (PR-MG)
Laerte Bessa (PR-DF)
André Moura (PSC-SE)
Alfredo Kaefer (PSL-PR)

 

Por
Cauby Fernandes

Artigos relacionados

1 pensou em “Até que enfim! Adeus Cunha!”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar