Notícias

Até que enfim! Se até Juazeiro (BA) faz sessões remotas, era a hora de Petrolina fazer também. Vereadores de Petrolina entram com pedido via ofício

Até Juazeiro está realizando sessões remotas.E olha que lá todos obedecem ao prefeito.Resposta à matéria veiculada no blog

Voltamos a insistir: Não faz sentido diversos parlamentos municipais no  País realizarem sessões remotas e Petrolina não!Até que enfim! Se até Juazeiro (BA) faz sessões remotas, era a hora de Petrolina fazer também. Vereadores de Petrolina entram com pedido via ofício.

Depois da matéria que foi veiculada por esse blog ( clique aqui) ,os vereadores de Petrolina resolveram tomar posição sobre a questão. Depois de muito pedir e não serem atendidos, nesta segunda (04), nove Vereadores de Petrolina enviaram Ofício ao Presidente da Casa Plínio Amorim, Osório Siqueira, solicitando a retomada das sessões legislativas por meio de videoconferência, durante esse período de quarentena e isolamento social, a exemplo do que já vem ocorrendo em outras Casas Legislativas, possibilitando-se a análise e votação de projetos, indicações, requerimentos e demais medidas pertinentes.

Os vereadores que compõem a Bancada de Oposição, o líder, Paulo Valgueiro, e os colegas Gabriel Menezes, Gilmar Santos, Elismar Gonçalves , além dos vereadores da bancada governista Ruy Wanderley, Ronaldo Cancão, Gaturiano Cigano e Maria Elena Alencar querem seguir o calendário regular do legislativo com a adoção da nova tecnologia, até que as atividades recomecem presencialmente. As sessões obedeceriam às medidas de isolamento social com a adoção da videoconferência pela primeira vez na história da Câmara.

A implantação da nova sistemática levará em conta as medidas estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para prevenir a disseminação do coronavírus (Covid19) e evitará prorrogar por mais tempo a paralisação das atividades legislativas, suspensas desde o dia 16 de março, por meio da Portaria nº 1.601/2020, como sucessivas prorrogações. A Portaria levou em consideração os Decretos Estaduais e Municipais que estabeleceram medidas temporárias para enfrentamento da emergência em saúde pública decorrente da pandemia do Novo Coronavírus (Covid-19) com o objetivo de evitar as aglomerações e assegurar a integridade física dos servidores públicos municipais.

O documento foi protocolado na Presidência da Casa e os Vereadores aguardam a resposta do Presidente, Osório Siqueira.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar