Notícias

Caso de perseguição e assédio moral é fato na Guarda municipal de Petrolina

Na denúncia  à reportagem, em tom de desabafo, o GCM Rocha que apesar da fazer parte da corporação, desempenha funções subalternas, sendo alvo de intrigas, vaidades e maldades, que não teriam cessado com o início da nova gestão.

O guarda municipal Reginaldo Firmo Rocha,  denunciou ao blog a língua, nesta semana, casos de assédio moral na administração do município.

Na denúncia  à reportagem, em tom de desabafo, o GCM Rocha que apesar da fazer parte da corporação, desempenha funções subalternas, sendo alvo de intrigas, vaidades e maldades, que não teriam cessado com o início da nova gestão.

Blog entrou em contato com a assessoria de comunicação da Guarda Municipal de Petrolina para se pronunciar sobre o caso, mas, até a publicação desta matéria, não obteve retorno.

Faça o que eu falo, mas não faça o que eu faço.O comandante da Guarda, tem me perseguido. Até o colete que  veio para todos os servidores, ficou proibido de me entregarem. Um caso sério que a gestão precisa intervir”, desabafa o GCM Rocha.

Ouça  os áudios:

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar