Notícias

Compesa: Lucas Ramos e Gonzaga Patriota, calados. Defender o indefensável?

 

Resultado de imagem para calado

Não existe uma mágica para mudar a realidade que Petrolina vive em relação à gestão de suas  águas e saneamento. A Compesa falhou e falha com a cidade, e isso tem decorrido por décadas. Diversos prefeitos já quiseram municipalizar o serviço, mas foi em vão.

A Compesa vem tropeçando em erros grosseiros, que poderiam ser evitados com prevenção,mas como segue a batuta da gestão estadual, a companhia em Petrolina, às vezes fica engessada e sem autonomia. Por conta disso e aproveitando a marola das eleições no estado, Miguel Coelho, prefeito de Petrolina, percebeu que o fato poderia  render elogios para sua gestão. E começou o circo midiático.

Mas, o que mais chama a atenção, é o silencio dos deputados que são aliados de primeira linha do governador de Pernambuco, Paulo Câmara em Petrolina. Eles (os deputados) estão meio que amordaçados. Ninguém defende a Compesa (como?) ou pelo menos o governador. Sabemos que defender a Compesa com seus serviços ruins, é quase que impossível, mas , bem que Lucas Ramos e Gonzaga Patriota,  poderiam defender  seu chefe, ou pelo menos tentar! No entanto, se calam e deixam que somente uma versão seja vista, ouvida e lida pelos petrolinenses, e essa versão é de um grupo forte na cidade e que está com muita raiva de Paulo Câmara e ainda o quer  fora do governo.

Quem calaconsente“. esse ditado popular  é utilizado quando alguém não quer ou não tem coragem de responder algo desagradável. E parece que Gonzaga Patriota e Lucas Ramos estão desse jeito. O silencio é ensurdecedor.Sabemos que defender a Compesa com seus serviços ruins, é quase que impossível, mas , bem que Lucas Ramos e Gonzaga Patriota,  poderiam defender  seu chefe, ou pelo menos tentar!

 

Artigos relacionados

1 pensou em “Compesa: Lucas Ramos e Gonzaga Patriota, calados. Defender o indefensável?”

Deixe uma resposta

Fechar