Notícias

Covid-19: vacinação é marcada por exposição de idosos ao sol e à aglomeração no CCI Vó Pulú

No CCI Vó Pulú, no Loteamento Eduardo, imagens enviadas ao Blog mostram pessoas com 80 anos ou mais na fila para serem imunizadas.

imunização contra a covid-19 para os idosos com 80 anos ou mais em Petrolina nessa quinta-feira (25),foi um horror. Idosos sofreram para receber a tão esperada dose do imunizante. Imagens enviadas ao blog por uma leitora mostram a situação constrangedora no CCI Vó Pulú no Loteamento Eduardo. Nas fotos, homens e mulheres foram expostos ao sol e à aglomeração sem qualquer orientação dos funcionários da Secretaria de Saúde de Petrolina

Na porta do Centro de Convivência, idosos aguardaram pela vez de receberem a primeira dose da Vacina CoronaVac. Para enfrentarem a longa espera, alguns se equiparam com sombrinhas para se proteger do sol, pois a fila se estendia e dava voltas dentro do local.

Por volta das 13h00, mais de 300 idosos e com o ambiente super lotado, o que se viu foi a falta de orientação, aglomeração  e nenhum cuidado com os anciãos, como relata uma mulher que estava  acompanhando o pai. Sob a condição de anonimato ela contou que ainda há muita desinformação e desrespeitos aos mais idosos. “A aglomeração está grande aqui fora. É o próprio povo quem está se organizando, um orientando o outro”, relatou a mulher.

Alegria

Risomar Campos Chaves, de 80 anos, chegou às 11h30 no CCI e foi uma das primeiras a receber o imunizante. Ela descreve o momento como uma vitória. Desde o começo da pandemia, a aposentada cumpriu o isolamento social e não saiu de casa devido à pandemia. Além disso, ela tem comodidades, como pressão alta. “É uma alegria enorme. Agora, estou esperançosa para voltar a vida que eu tinha, ir na feira, conversar com minha vizinhas na porta de casa. Detalhes que, para mim, fazem a diferença”, disse.

A fila no CCI Vó Pulú começou cedo. Por volta das 10h já tinha gente querendo garantir o lugar para não correr o risco de ficar sem a vacinação. Apesar disso, a Secretaria de saúde,  garantiu que ninguém ficaria sem a dose. “Enquanto chegar gente aqui, vamos vacinar. Pode ser meia-noite, mas não vamos deixar ninguém de fora”, disse, um dos funcionários ao blog.

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar