NotíciasPolítica

Cruzes!Lá vem os irmãos coragem fazer história em Petrolina

Esqueça as histórias de novela, na qual dois irmãos são separados e se reencontram anos depois. É claro que isso continua acontecendo, mas o caso que vamos expor nesse breve conto vai além das coincidências e acasos do destino.

Começa lá na Rua de baixo (ali por trás do antigo cinema de Petrolina), quando dois meninos franzinos brincavam, e lá cresceram fazendo peraltices. Às vezes brigando como acontece em toda boa família, às vezes se abraçando e chorando e dando trabalho como todo adolescente.  O tempo passou, cada um fez suas escolhas, chegaram a ficar distantes e em lados opostos, mas quem diria que uma ciência os uniria mais uma vez. A política.

Nós estamos escrevendo sobre os irmãos “ Cruz” ou “Cruzes”.

Alvorlande Cruz e Aero Cruz. Esses dois irmãos, estão prestes a fazer história na Casa Plínio Amorim em Petrolina. Alvorlande é do tipo que é “liso”, “escorregadio”, aquele tipo de pessoa que não perde a viagem, e sempre está pronto para abraçar os desafios. Já foi de lá, passou pra cá, foi de uma linha, se tornou de outra, mas nunca deixou rastros de inimizades no campo da política petrolinense. Foi vereador, assessor, construtor e por último, em 2016, quando tentava reeleição, com o PSL obteve 1.472 votos, que o fizeram suplente, não conseguindo reeleger-se.

Aero Cruz, é do tipo soldado. Aquele que tem uma linha só, milita com o mesmo grupo desde sempre, fiel ao escudo partidário e ao grupo que defende com unhas e dentes. Por conta dessa paixão desmedida pelo seu grupo, chegou a ficar distante do irmão por muitos anos. Aero Cruz foi candidato a vereador de Petrolina pelo PSB e obteve em 2016, 2,185 votos. Apesar desse vultuoso número, Aero, por conta da coligação, ficou apenas como suplente.

No entanto, tomou posse da cadeira de vereador e hoje, é líder da situação e homem de confiança do prefeito Miguel Coelho. Aero Cruz, viu na sua legislatura, a chance de trazer seu irmão para perto de si e não perdeu tempo. Convidou o irmão para largar tudo e vir militar do seu lado, na defesa dos interesses do grupo de Fernando Bezerra.

Alvorlande que já esteve no grupo, não titubeou e mais uma vez estava alistado no grupo. Por ser cheio de engenharias, moveu seu tabuleiro, e pimba! Colocou o vereador dono do mandato no bolso, convenceu-o a sair para descobrir novos horizontes, e agora em 2 de agosto de 2018, vai assumir a cadeira de vereador na Câmara de Petrolina. Começou lá na Rua de baixo (ali por trás do antigo cinema de Petrolina), agora, os quando dois meninos franzinos que brincavam, e lá cresceram fazendo peraltices, já não brincam mais. As brigas que aconteciam, já não acontecem mais. E se acontecem são por outros motivos. Como em toda boa família existe os choques.

No entanto, Petrolina se prepara e senta na poltrona para ver os dois na cena e no palco da Casa Plínio Amorim.  A história vai ficar anotada nos anais da Casa Plínio Amorim. Será a primeira vez que a Câmara terá dois irmãos defendendo a mesma causa, lutando pelo mesmo grupo e fazendo história. Cruzes!

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar