Notícias

Denise Lima: Bióloga alerta sobre as aranhas em Petrolina

Normalmente, os acidentes de humanos e animais domésticos com os animais peçonhentos acontecem quando invadimos o habitat destes ou pelo fato das nossas residências e locais de convivência oferecerem boas condições de moradia a esses seres.

Nos últimos dias em Petrolina tem circulado vários áudios e fotos relacionados a um araneísmo (acidentes com picada de aranha), supostamente, provocado por uma “viúva negra”, uma aranha do gênero “Latrodectus”.

Os animais venenosos ou peçonhentos são capazes de produzir veneno de vários níveis de toxidade que estão normalmente associadas aos seus mecanismos de defesa contra predadores e caça.  As aranhas, inclusive, se alimentam de outras aranhas e de insetos como uma importante fonte de proteínas.

Normalmente, os acidentes de humanos e animais domésticos com os animais peçonhentos acontecem quando invadimos o habitat destes ou pelo fato das nossas residências e locais de convivência oferecerem boas condições de moradia a esses seres.

Cada vez mais, a nossa forma de vida direta e indiretamente nos levam ao encontro frequentes com espécies de animais perigosos e até desconhecidos. Os locais escolhidos para moradia. De acordo com o Ministério da Saúde, as notificações de casos de acidentes com animais peçonhentos se mostram crescentes a cada ano.

De certa forma, a pandemia do Coronavirus que provocou uma doença zoonótica a nível mundial, faz com que sejam ativadas sensações como o alerta, o medo, a curiosidade, a busca que representam os mecanismos de defesa do ser humano e acontecimentos como este servem para a nossa reflexão num sentido mais amplo sobre as reais possibilidades de acontecimento no ambiente que nos cerca, os cuidados com higienização, alimentos, o manejo adequado dos resíduos sólidos, a convivência com esses tipos de animais quando nos estabelecemos em áreas mais naturais e o protocolo que devemos seguir ao nos deparamos com esses animais. Lembrem-se, a dieta das aranhas que exemplifiquei no início do texto, nos livram de insetos como baratas, moscas, mosquitos.

Uma dica: O desenvolvimento de ações de educação ambiental nas escolas, condomínios, ambientes de trabalho é uma boa forma de manter o equilíbrio natural e se prevenir desses acidentes.

 

 

DENISE LIMA

É Bióloga e foi Diretora-Presidente da Agência Municipal de Meio Ambiente de Petrolina

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar