JustiçaNotíciasPolítica

Deputada do PSL faz ‘vaquinha’ para pagar indenização de R$ 40 mil a Jean Wyllys

Carla Zambelli foi condenada a pagar r$ 40 mil após afirmar, com 'fake news', que deputado do PSOL defendia pedofilia e, agora, pede ajuda de seguidores

A deputada federal eleita por São Paulo, Carla Zambelli (PSL), está promovendo uma ‘vaquinha’ virtual para conseguir o valor de R$ 40 mil que foi condenada a pagar de indenização a Jean Wyllys após vincular o deputado a pedofilia com uma postagem que relacionava o político a uma declaração jamais dita por ele.

Por meio do site Vakinha,  Carla Zambelli espera conseguir todo o valor do processo de Jean Wyllys e, de quebra, ainda ultrapassar os R$ 40 mil para usar o dinheiro como doação à Associação Amigos Pela Cura da AME.

O curioso é que na divulgação da campanha de arrecadação , a deputada eleita voltou a provocar Wyllys, propondo, como desafio, que o mesmo realize um exame toxicológico e doe todo o valor da indenização para a mesma instituição.

“O que passar do valor da sua “indenização”, vou doar para crianças com Atrofia Muscular Espinal. Espero que você tenha a hombridade de fazer o mesmo com o que receberá. Quem sabe pelo menos uma vez possamos nos orgulhar de uma boa atitude sua”, escreveu a futura deputada no Twitter.

Também pela rede social, o deputado ironizou o pedido de ajuda financeira para a parlamentar. “Tem gente que me detesta e está contribuindo com uma vaquinha que servirá para me dar dinheiro? Freud explica!”, escreveu.

Até as 17h desta sexta-feira (11), a futura parlamentar já tinha arrecadado R$ 24.725,34, ou 61% do objetivo de R$ 40 mil.

Fundadora da Associação Brasil nas Ruas, Carla Zambelli se notabilizou por ser uma grande crítica do PT e dos partidos de esquerda. Ela conseguiu 76.306 votos, se elegendo deputada federal por São Paulo na 57ª posição das eleições. Assim, vai trabalhar na Câmara como Jean Wyllys, eleito para o seu terceiro mandato consecutivo pelo Rio de Janeiro.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar