Notícias

Emício Júnior culpa governo do Estado por Turismo fraco em Petrolina; Especialistas discordam

"Petrolina sempre passou por um caos quando o assunto é turismo por que não há uma mídia voltada somente para isso. Petrolina não é só festa de São João. Aqui temos um Turismo rural forte, de aventura, enoturismo e turismo de negócios que estão entre as potencialidades a serem exploradas. No entanto, para nossa tristeza, só focam festejos juninos.Tá errado. Turismo é o ano todo. O governo estadual tem sua parcela nesta conta negativa, porém, quem mais deve é o governo municipal"

O secretário  de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Petrolina, Emicio Júnior, em reunião realizada nessa quarta-feira (7), na cidade de Lagoa Grande com o  secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes, além de representantes do trade turístico e líderes políticos de outros seis municípios da região, colocou a culpa no governo estadual pela baixa procura de turistas no município.

Segundo o secretário municipal, Petrolina tem posição de destaque no cenário turístico nacional pelos atrativos naturais e potencial econômico. No entanto, ele lembrou que é preciso requalificar o segmento, e que muitos  desafios  precisam ser superados.

Na sua fala, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Petrolina, apresentou os principais entraves  que a gestão vem enfrentando. Segundo ele,o aumento abusivo no preço de passagens aéreas, a recuperação das vias que dão acesso aos destinos turísticos e integração dos componentes do trade turístico, são os fatores que mais pesam, e fazem com que a baixa procura de turistas seja uma realidade.

No encontro, foram ouvidas as principais demandas e potencialidades de cada cidade, com a promessa de que o encontro resultará em ações concretas, como a elaboração de materiais de divulgação, capacitações e investimentos em infraestrutura. O chamado do Governo do Estado faz  parte do projeto ‘Bora Pernambucar’, e tem o objetivo de promover o turismo regional.

Reconhecemos a iniciativa e esperamos que, de fato, sejam implementadas políticas de interiorização voltadas para o turismo, para que Petrolina e os demais municípios do Vale do São Francisco sejam contemplados com esses investimentos’, afirmou Emício Júnior.

A verdade

Para quem não lembra,  quando a  nova gestão municipal começou seu mandato em 2017, o prefeito Miguel Coelho, disse que  “reiniciaria ” o turismo em Petrolina. Naquela  época,  o secretário de Turismo local era Marcus Pamponet, e nada foi realizado. Segundo especialistas, o governo municipal só desperta para o setor  quando chegam os festejos juninos, e isso é ruim para o mercado.

“Petrolina sempre passou por um caos quando o assunto é turismo por que não há uma mídia voltada somente para isso. Petrolina não é só festa de São João. Aqui temos um Turismo rural forte, de aventura, enoturismo e turismo de negócios que estão entre as potencialidades a serem exploradas. No entanto, para nossa tristeza, só focam festejos juninos.Tá errado. Turismo é o ano todo. O governo estadual tem sua parcela nesta conta negativa, porém, quem mais deve é o governo municipal”, disse F.J. Alencar, que é doutor em turismo.

Na reunião, o secretário Rodrigo Novaes destacou a importância do desenvolvimento de Petrolina para a promoção do turismo das cidades circunvizinhas. Ele ainda afirmou que o encontro foi positivo para identificar onde os investimentos precisam ser aplicados. “A gente precisa ter uma rota bem desenhada para execução do projeto. Saio daqui com mais clareza acerca das condições turísticas dessas cidades e asseguro que os desdobramentos irão sair do papel”, prometeu.

Além dos representantes de Petrolina e Lagoa Grande, cidade anfitriã do evento, também participaram secretários e prefeitos de Afrânio, Cabrobó, Dormentes, Orocó e Santa Maria da Boa Vista.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar