Notícias

“Faça o que eu digo, não faça o que eu faço” parece ser o lema do senador Fernando Bezerra Coelho

Resultado de imagem para paulo Valgueiro

O vereador Paulo Valgueiro, não ouviu com bons ouvidos as palavras proferidas pelo senador Fernando Bezerra, e ao Blog, enviou nota repudiando tal atitude. Confira.

Ao ver matéria em que o Senador Fernando Bezerra afirma que “Veio alguém administrar Petrolina e a cantiga era vender o estádio, o Ceape”, fui pesquisar sobre vendas e doações de áreas públicas de Petrolina para ver de qual ex-prefeito o senador estaria falando, e qual não foi a surpresa ao verificar que o Senador falava dele próprio e não de Julio Lossio, como a imprensa local imaginou.

Resultado de imagem para Fernando bezerra entrega milhos a produtoresNo evento com o ministro interino da Agricultura, nesta terça-feira, 13 de junho, em Petrolina, sem citar nomes, o senador Fernando Bezerra Coelho aproveitou o seu discurso para fazer duras críticas à gestão do ex-prefeito Julio Lossio, o que me levou a fazer uma reflexão sobre o estilo de cada um administrar e o cuidado de cada um com as áreas públicas.

Todos sabem que Julio Lossio vendeu áreas públicas com autorização legislativa, inclusive de vereadores ligados à Fernando Bezerra, com ampla divulgação e com participação democrática, cujos recursos decorrentes de tais vendas foram destinados à construção de AMES, pavimentação, quartel da Guarda Municipal, vários Clubes do Bairro, Canal do Pedro Raimundo, entre outros. Nesse caso, o patrimônio público, antes devoluto, foi convertido em patrimônio público, porém, com verdadeira utilidade pública e a serviço da melhoria na qualidade de vida da população de Petrolina.

Já o ex-prefeito Fernando Bezerra, nas suas três passagens pela Prefeitura de Petrolina, literalmente, fez aquilo que hoje acusa o ex-prefeito Julio Lossio: dilapidou o patrimônio público fazendo infinitas doações de terrenos a entes privados, empresas, amigos, entre outros. Numa pesquisa rápida na legislação de Petrolina, podemos encontrar 196 leis de doações e alienações de terrenos, em seus quase dez anos de mandato de prefeito. Inclusive, o senador Bezerra foi alvo de investigações pelo Ministério Público Federal e pela SPU – Secretaria do Patrimônio da União por irregularidades na venda de terrenos que passaram a integrar o seu próprio patrimônio, mais especificamente, um terreno onde foi construído o Hotel Íbis, de sua propriedade e de sua família, bem como o terreno em que foi construído o River Shopping, como foi amplamente noticiado em blogs da região e na mídia nacional (Quer Saber Política?, Folha de São Paulo, entre outros).

Resultado de imagem para julio lossioSobre os recursos oriundos da venda dos terrenos municipais na gestão de Julio Lossio, todos sabemos onde estão: AMES, Clube do Bairro, Canal, Pavimentações, entre outros. Já sobre os recursos provenientes do terreno vendido duas vezes (como o próprio Senador assumiu em nota ter vendido um terreno em seu primeiro mandato e “por equívoco” o mesmo terreno foi vendido novamente em seu segundo mandato), as áreas generosamente doadas “aos amigos” por meio das quase 200 leis municipais sancionadas em seus mandatos de prefeito, a população gostaria de saber o destino e quais valores desses recursos foram aplicados em prol da população de Petrolina.

De fato, há uma grande diferença entre o “Novo Tempo” e o “Velho Tempo”, que se confundem, e o “Tempo de Cuidar das Pessoas” que o prefeito Julio Lossio inaugurou em Petrolina.

Paulo Valgueiro- Vereador eleito pelo povo

@lingua

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar