Notícias

Fernando Bezerra abocanha recursos extras e deixa deputados e senadores revoltados

Mas não pense o querido leitor que as verbas vão beneficiar todo estado, ela vai servir apenas de aporte para cidades que tem projetos que são de interesse de certos políticos.Uma grande parte dos congressistas está revoltada com a descoberta desse grupo VIP que foi beneficiado.Ao todo foram liberados R$ 3,8 bilhões empenhados pela pasta, entre 11 e 31 de dezembro.

Um grupo VIP de políticos mais chegados ao governo, é o maior detentor de recursos extras oferecidos e direcionados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, do governo Jair Bolsonaro (sem partido). Pernambuco foi o segundo Estado que mais recebeu verbas extras direcionadas perdendo apenas para Amazonas, que recebeu cerca de R$ 576 milhões.

Mas não pense o querido leitor que as verbas vão beneficiar todo estado, ela vai servir apenas de aporte para cidades que tem projetos que são de interesse de certos políticos.Uma grande parte dos congressistas está revoltada com a descoberta desse grupo VIP que foi beneficiado.Ao todo foram liberados R$ 3,8 bilhões empenhados pela pasta, entre 11 e 31 de dezembro.

Pernambuco recebeu mais de R$ 364 milhões. O antagonista revelou o tal ‘grupo VIP’ de Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia. Pernambuco tem como representante o senador Fernando Bezerra (MDB), líder do governo Bolsonaro no Senado. A  estratégia usada pelos líderes deixou deputados e senadores revoltados.

O município que ficou com a maior parte, foi Petrolina, comandada pelo filho de FBC, o prefeito Miguel Coelho, que deve investir os R$ 69,3 milhões para pavimentar ruas da cidade em pleno ano eleitoral.

Outro aliado de Bezerra Coelho também garantiu uma boa quantia, Jaboatão dos Guararapes, ficou com R$ 42,2 milhões. O prefeito é o ex-deputado federal Anderson Ferreira, que assim como Miguel, busca mais um mandato local. Pela descrição dos convênios, o dinheiro será usado para asfaltar vias, conter encostas e construir “pátios de feiras”.

De acordo com as informações do site , a negociação desses convênios com o MDR foi feita diretamente com alguns poucos parlamentares ligados a Alcolumbre e Maia.

Aí se fala de força política, mas não enxergamos assim. Entendemos que tudo parte de um projeto pessoal, e quanto ao outros deputados e senadores, que se virem, que se tornem amigos do governo, caso contrário, fiquem a ver navios.

Veja o ranking dos valores por estado:

Foto: Divulgação

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar