Notícias

Fernando Bezerra não é Deus!

Fernando Bezerra não é Deus! Até quando boa parte da população não vai perceber isso? Sabemos que apesar das investigações e das delações contra FBC, muita gente ainda o tem como o melhor político. Verdade seja dita, ele é bom! Mas não é Deus!

Quando se pensa em um político com renome em Petrolina e que hoje se destaca no cenário nacional, na mente, vem com pressa o nome de Fernando Bezerra. Porém, no passar dos tempos e apesar de sua crescente notoriedade, Bezerra, tem falhado com atos que no mínimo nos deixam entristecidos.

Petrolina alcançou status que poucos municípios conseguiram:agronegócio forte, parque de tecnologia crescente, comércio abrangente e tudo isso com uma idade relativamente pequena. São apenas 124 anos.

Agora, Petrolina sofre com notícias ruins. Estamos vendo a devassa sendo feita contra a família de políticos mais renomados da cidade serem levados para as principais noticias do País. Uma dor! Petrolina não merece.

Fernando Bezerra não é Deus! Até quando boa parte da população não vai perceber isso? Sabemos que apesar das investigações e das delações contra FBC, muita gente ainda o tem como o melhor político. Verdade seja dita, ele é bom! Mas não é Deus!

Boa parte dos moradores de Petrolina está com olhos fechados ao que os noticiários estão produzindo. Mesmo já tendo sido denunciado na justiça criminal por diversas vezes, durante evento em sua casa no São João, o senador Fernando Bezerra, recebeu em sua residencia diversas autoridades do município. Juízes , promotores , Delegados e tantos outros estiveram festejando com FBC como se nada estivesse acontecendo.

Parece que em Petrolina os alguns homens e mulheres da sociedade e até da própria  lei são tolerantes  a um caso tão sério.Queremos mais uma vez lembrar: Fernando Bezerra não é Deus, no máximo um “deus” muito pequeno para boa parte  daqueles que aceitam e aplaudem suas condutas. É hora de acordar!

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar