Notícias

Fernando Filho está vendendo as riquezas do País, a começar pela Amazonia

Resultado de imagem para Fernando filho vende a amazonia

Fernando Filho, ministro de Minas e Energia, com apenas 33 anos, só tem cara de criança, mas age, como adulto  duro e,  entrega as riquezas do país, em simples canetadas. Entre as suas peripécias, estão sendo vendidos a  Eletrobrás, um pedaço da Amazônia de 43.077 km²( maior do que muitos países europeus) e  o Pré-sal. Antigamente a pasta de Minas e Energia, não tinha essa função. ou se  tinha, nunca fora usada, vender o país e suas riquezas, pra que? O trabalho no ministério, sempre foi avançar  com as conquistas energéticas, e havia um compromisso patriótico  de defender o que o  país sempre teve de gigante. A natureza.

O governo Temer que é a maior imobiliária do País,  precisava de um gerente que não tivesse medo, e obedecesse sem titubear as ordens do chefe. Amigo de Fernando Bezerra, senador,  Temer viu no filho de Fernando,  um potencial a ser explorado, e sem dúvidas acertou. Fernandinho, tem feito o que  o chefe manda. Destruir o País.  Predador, e sem  a menor dor na cabeça, Fernando Filho,vai trilhando seu caminho, deixando o Brasil sem as suas riquezas naturais e mudando o curso da história.

“O programa de venda de ativos da Petrobras e da Eletrobras é importante para melhorar o fornecimento de energia no interior da Amazônia. Como está, é muito precário o fornecimento de energia para essa população a um preço muito caro a todos… Estamos tocando um plano de privatização na Petrobras sim, estamos fazendo alguns desinvestimentos na Eletrobras sim”, afirmou o ministro em audiência na Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado.

A assinatura de Fernandinho estará registrada em todos esses atos, e daqui a cem anos, todos vão lembrar desse jovem  que prova que sabe fazer maldade com o País e , que se derem uma caneta em sua mão  e uma  ordem, ele obedece sem titubear. É triste,  ver um pernambucano destruindo o que temos de melhor… Nosso País.

Por Cauby Fernandes

@lingua

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar