NotíciasPolítica

Frederick Wassef, advogado Flávio Bolsonaro,não foi autorizado a ingressar nas instalações do STF

Faltou comprovar vacinação

O advogado Frederick Wassef não foi autorizado a ingressar nas instalações do STF na tarde desta terça-feira (30) por não apresentar o comprovante de vacinação, exigido a todos que frequentam o tribunal, conforme o artigo 4º da Resolução 748/2021. Informado pela segurança de que poderia participar de forma online da sessão de julgamento, o advogado foi receptivo às regras.

Em entrevista a jornalistas no Senado, ao lado de Flávio, Wassef criticou duramente o Coaf, que ele descreveu como organização criminosa. Disse que o órgão extrapolou suas funções e que investigou de maneira ilegal o filho do presidente da República.

“O Coaf, no caso do senador Flávio Bolsonaro, agiu de maneira criminosa, encomendada. Hoje está no YouTube a leitura dos votos dos nobres ministros. Os ministros foram claros em afirmar que o Coaf e alguns membros do Ministério Público foram usados para fins políticos, de perseguição ao senador, que é filho do presidente da República”, afirmou o advogado.

Wassef também foi questionado sobre o episódio ocorrido no Supremo, quando ele foi barrado na entrada da corte. Flávio respondeu rapidamente que havia convidado seu advogado para assistir ao julgamento em seu gabinete. Dada a insistência dos questionamentos, senador e advogado decidiram encerrar a entrevista.

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar