Notícias

Grupo de FBC já monta estratégia, para saída do PSB. Miguel Coelho e os experientes que o salvam

Resultado de imagem para estratégia

O futuro a Deus pertence”, Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados.

Não há nenhuma decisão tomada”, disse o presidente do DEM, senador Agripino Maia (RN).

Essas frases,  foram ditas por esses homens, quando o assunto é a saída de Fernando Filho , Ministro das Minas e Energias, do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Fernando Filho, afirmou que o DEM ofereceu a legenda para ele,  mas que  a decisão ainda não foi tomada. Informações dão conta  que , vários partidos sondam não só ele, mas também os descontentes do PSB.

Marcada para março de 2018,a próxima janela para troca partidária dará ao grupo de FBC, a ferramenta ideal,  para a estratégia politica, já propalada diversas por esse blog, ser posta em prática. Ora, quem não sabe que Fernando Bezerra, sempre alimentou o sonho de ter o poder do Estado de Pernambuco nas suas mãos? No entanto, pelo fato de estar envolvido em vários problemas com a Operação Lava jato, nesse momento, seu filho e ministro, seria a peça ideal para que seu sonho se concretizasse. Em Miguel Coelho, seu filho e prefeito de Petrolina, Fernando Bezerra, já realizou parte desse sonho. Tem o Congresso Nacional, tem a cidade de Petrolina (maior cidade do sertão), falta o Estado.

Agora, a próxima etapa é ir mais adiante. Consolidar seu grupo, que estava meio claudicante já é uma realidade, e aos poucos,  Fernando, vai fazendo seus alinhamentos se tornarem  vivos. Em Petrolina, FBC,  fez uma mescla de veteranos e novatos no Governo de seu filho, para que o garoto não se perdesse, em meio ao turbilhão  de vaidades que vem com uma eleição vitoriosa. Ainda assim, Miguel Coelho, não consegue emplacar um governo convincente. Se não fossem veteranos como Zé Batista da Gama, Coronel Leite e Maéve Melo, Lucivane Lima  e  Orlando Tolentino, que juntos tem dado um ar de seriedade ao executivo,  há muito que o barco já teria naufragado.

Resultado de imagem para corpus christi

Vimos ultimamente, a imagem de Miguel ser triturada, por falta de uma assessoria experiente, que pudesse indicar caminhos mais certeiros, mas, como todo jovem , Miguel com sua impetuosidade, e movido por conselhos de inexperientes, as vezes  mete os pés pelas mãos e faz bobagem. Nada que não possa ser remediado.

E assim aos poucos, Fernando vai refazendo a história da cidade e do Estado, que ele precisa nas mãos para ser chamado de seu.  Mas será que essa pantomima toda vai dar certo? É preciso contar com as forças contrarias a esse plano. Tem muita gente boa se armando para enfrentar o grupo de FBC nas próximas eleições.  Se Fernando vacilar ou cochilar, ele e todo esse plano podem sofrer derrotas altamente expressivas. Vamos adiante, e como disse Rodrigo Maia… “O futuro a Deus pertence”.

Por Cauby Fernandes

@lingua

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar