Notícias

Indivíduo infectado por coronavírus pode contaminar até cinco pessoas

Até agora, a taxa de mortalidade do coronavírus é de 3,6%, muito inferior à do Sars, da mesma família de vírus, que teve taxa de mortalidade de 15%

O surto de coronavírus — que já matou mais de 4 mil pessoas e infectou cerca de 120 mil no mundo, principalmente na China, Itália e Irã — foi classificado como pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quarta-feira (11). Há várias iniciativas em curso para conter a transmissão, até porque, de acordo com um estudo feito por Robin Thompson, pesquisador da Universidade de Oxford especializado em matemática biológica, cada indivíduo contaminado poderia infectar com o novo coronavírus de três a cinco pessoas.

“Se o vírus é capaz de se espalhar antes que os sintomas apareçam, isso pode explicar por que o vírus está se espalhando mais rapidamente que o SARS”, comentou em nota. Até agora, a taxa de mortalidade apresentada pelo novo coronavírus é de 3,6%, muito inferior à do Sars, que pertence à mesma família de vírus, que teve taxa de mortalidade de 15%.

A origem do novo coronavírus é desconhecida. Assim como os vírus Sars veio dos morcegos, a suspeita preliminar é de que a nova a doença tenha sido transmitida para humanos a partir de cobras que eram comercializadas no mercado de Wuhan.

A provável origem da doença foi descrita em um artigo, publicado no periódico científico Journal of Virology, pelos pesquisadores Guangxiang Luo e Shou-Jiang Gao, das universidades do Alabama e de Pittsburgh, respectivamente.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar