NotíciasPolítica

Justiça condena vereador Manoel da Acosap

Ninguém está acima da lei

Um desabafo sincero em plenário. Foi o que fez a  vereadora Cristina Costa (PT) na última sessão do ano na Casa Plínio Amorim, na última nesta quinta-feira (20).

O motivo para o desabafo ,foi que, o 1º Juizado Especial Criminal de Petrolina, que condenou, o também vereador, Manoel da Acosap (PTB), a três meses de detenção e a uma indenização de dez salários mínimos a serem pagos à Cristina, por calúnia e difamação. A pena de reclusão pode ser revertida em prestação de serviços à comunidade.

Segundo o parecer do juizado, de forma violenta , o vereador tratou Cristina com truculencia  após um debate realizado em janeiro do ano passado, na Rádio Jornal de Petrolina. Naquele dia, ambos se exaltaram, e  Manoel, perdendo a cabeça, empurrou a vereadora, e essa  história foi parar na Delegacia de Polícia Civil.

Ninguém está acima da lei

Ao comentar na tribuna a decisão judicial, Cristina disse que o resultado não a “deixou feliz”, menos por um detalhe. “Ninguém está acima da lei. Quero dizer às mulheres que se sentirem ameaçadas ou oprimidas, que sofrem com atitudes machistas, procurem a justiça para atendê-las”, declarou. “Sempre buscarei a justiça os interesses da sociedade de Petrolina e, principalmente, das mulheres”, completou.

O vereador rebate

Para a  imprensa, Manoel da Acosap disse que recorrerá da decisão. Manoel ainda  informou que, há outros dois em tramitação. “Um deles, em segunda instância, foi favorável a mim”, revelou Manoel.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar