Notícias

Looping: prazo do Enem.Celular de Bolsonaro.Fake News.Mulheres protegidas.Bolsonaro e protestos

1- Prazo do Enem é prorrogado

Cerca de 300 mil inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020 que não conseguiram pagar a taxa de inscrição até o fim de maio, agora, têm até o dia 10 de junho para isso. O valor é R$ 85.Mas é necessário pedir um novo boleto, na página do participante na internet. Essas novas guias de pagamentos estarão disponíveis a partir desta quarta-feira (3).Até o momento, mais de 5,7 milhões inscrições no exame já estão confirmadas. No entanto, ainda não há uma data definida para as provas. Isso ocorre porque o Ministério da Educação resolveu cancelar as datas originais previstas para os dias 1º e 8 de novembro, devido à pandemia do novo coronavírus. Esse adiamento será de 30 a 60 dias.

2- Celular de Bolsonaro

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, negou pedido de partidos para apreender o celular do presidente da República, Jair Bolsonaro. Celso de Mello acatou a manifestação da Procuradoria-Geral da República. A PGR argumentou que não cabe a terceiros a definição de medidas durante uma investigação.Os partidos PDT, PSB e PV protocolaram no Supremo uma notícia-crime pedindo a apreensão dos celulares do presidente e de outros envolvidos no inquérito que apura a suposta interferência na Polícia Federal. Celso de Mello afirma que não há legitimidade dos partidos para formular esse tipo de pedido, sendo essa uma competência exclusiva do Ministério Público.

3- Fake News

Está prevista para esta terça-feira a votação, no Senado, do projeto sobre fake news. Um dos autores da proposta, senador Alessandro Vieira, do Cidadania de Sergipe, afirmou que o objetivo é combater as notícias falsas espalhadas nas redes sociais.Vieira argumenta que o projeto mira nas ferramentas que são utilizadas criminalmente, em especial as contas falsas e as redes ilegais de disparo, e defendeu que a proposta não atinge a liberdade de expressão.

4- Mulheres protegidas

A cada quatro minutos uma mulher é agredida no Brasil. As agressões são cometidas normalmente pelo parceiro, dentro de casa. Em tempos de pandemia, esse cenário tende a piorar.Um estudo conduzido pelo UNFPA – Fundo de População das Nações Unidas – publicado no fim de abril, revelou que as medidas de isolamento social contribuiram para um aumento médio de 20% dos casos de violência doméstica em todo mundo. Um alerta, sobretudo, para as autoridades brasileiras, já que por aqui a projeção feita em um estudo da Fiocruz é de que tenha havido um aumento de 50% do número de denúncias desse tipo.

5- Bolsonaro e protestos

Nesta segunda-feira (1º), após registros de confrontos entre grupos opostos em algumas cidades do país, o presidente Jair Bolsonaro pediu a apoiadores que não compareçam às manifestações no próximo domingo (7). Nesse domingo, algumas cidades registraram manifestações a favor de Bolsonaro e outras encabeçadas por torcidas organizadas de futebol, que se denominavam “antifascistas”. Foram registrados alguns confrontos entre os grupos e também com policiais militares, principalmente nas capitais São Paulo e Rio de Janeiro. As torcidas organizadas marcaram um novo ato para o próximo domingo, e o presidente orienta aos apoiadores que não marquem na mesma data.A declaração do presidente foi ao deixar o Palácio do Alvorada, após convidar apoiadores que o aguardavam do lado de fora para entrarem no local. As declarações e conversas foram do lado de dentro das instalações, no jardim do palácio.

O presidente americano Donald Trump disse a governadores que pode enviar o exército aos estados. As manifestações após o assassinato do jovem negro George Floyd continuaram ontem em várias cidades dos EUA.

A fala de Trump foi mal recebida em Nova York, governado pelo democrata Andrew Cuomo. A procuradora-geral do estado disse que Trump não tem direito constitucional de mandar o exército. Na cidade de Nova York, 200 pessoas foram presas ontem e um toque de recolher estendido para hoje.

O Brasil deve chegar hoje a 30.000 mortos por covid-19. Ontem, o país registrou 623 novos óbitos e chegou a 29.937 mortes confirmadas e 526.447 casos. Veja os números.

A Embraer reportou prejuízo de 1,3 bilhão no primeiro trimestre, seis vezes superior a 2019. A empresa disse também estar aberta a novas parcerias, mas menores do que o acordo que falhou com a Boeing.

Na China, boas notícias para o setor automotivo. A associação de fabricantes local projeta que as vendas devem subir 11,7% em maio
A Rússia modificou o antirival Avifavir para usá-lo contra o coronavírus e diz que os testes tiveram sucesso. O remédio começa a ser usado no país na semana que vem.

B3, BASF e mais 30 empresas contratam para vagas de estágio e trainee.

O ator e humorista Fabio Porchat vai selecionar micro e pequenas empresas e fazer propaganda gratuita para elas diante da crise

Tim Cook, presidente da Apple, escreveu uma mensagem aos funcionários sobre a morte de George Floyd e os protestos nos EUA.

Tags

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar