Notícias

Lucas Ramos e Miguel Coelho estão empatados

O ano de 2016, foi um ano terrível para o calouro  e deputado estadual Lucas Ramos. Naqueles dias,  Lucas, com apenas 1 ano de ALEPE, foi jogado em fogueira que ele mesmo acendeu ao querer disputar dentro do PSB, a indicação para concorrer a vaga para ser o candidato a prefeito de Petrolina, sua terra natal. No seu caminho a ingenuidade de achar que Paulo Câmara o indicaria, por perceber já naqueles dias que Fernando Bezerra encravaria uma faca no seu peito, caso ele (o governador) não o tratasse bem. E com a pressão de Fernando Bezerra, o governador de Pernambuco, não aguentou e ungiu Miguel Coelho como o candidato do PSB para concorrer em Petrolina, e ele ganhou a eleição como todos sabem. Justamente nesse ponto, o ano para Lucas Ramos foi perdido. Críticas pejorativas e detratantes,  foi o que Lucas Ramos mais ouviu, e por essa razão,  o placar em 2016,terminou e  foi de 1 x 0 para Miguel Coelho.

Em 2017, quando todos comemoravam a vitória do grupo de FBC em Petrolina, Lucas Ramos foi trabalhar, abraçou causas, enfrentou as divergências e teve o prazer de dizer para Paulo Câmara que ele escolheu errado ao ungir Miguel Coelho como candidato do PSB. O grupo de FBC, armou sua metralhadora para Paulo Câmara e detonou o partido,fazendo aquilo que já se esperava, sair do PSB, dando adeus ao governador de Pernambuco.

Enquanto isso, o prefeito de Petrolina Miguel Coelho, tentava a todo custo engrenar o seu governo  ‘Novo tempo’. Infelizmente, nesse ano de 2017, Miguel Coelho apenas patinou e não saiu do lugar. Não emplacou seu governo, apenas inaugurou o que Julio Lossio deixou, fez diversas promessas que não pôde cumprir e ainda tenta fazer um bom governo. Pode ser que ele consiga em 2018, o problema é que vai ser ano de eleição, e Miguel Coelho vai ter que fazer a reforma administrativa, ou vai ficar difícil para o pai que quer ser governador e seu irmão que precisa se reeleger. Justamente nesse ponto, o ano para Miguel Coelho foi perdido. Críticas pejorativas e detratantes,  foi o que Miguel Coelho mais ouviu, e por essa razão,  o placar em 2017,terminou e  foi de 1 x 0 para Lucas Ramos.

Em 2018, que vai ganhar o ano? Quem vai desempatar esse negócio? Vamos esperar. E por enquanto,Lucas Ramos e Miguel Coelho estão empatados.

 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar