Notícias

Miguel Coelho o que morde, Cristina Costa a que assopra e o povo que se contente .

Resultado de imagem para Bate e assopra

 

O vereadores da Casa Plínio Amorim através de solicitação da vereadora Cristina Costa, assinaram requerimento que pede a realização de uma audiência pública para tratar das questões relacionadas ao Programa Nova Semente em Petrolina.

De acordo com a vereadora, a discussão é necessária porque segundo a proposta de campanha do prefeito Miguel Coelho, o Programa será gratuito para atender a demanda da população que não irá mais contribuir com o valor de R$ 25,00.

Mas do que vai adiantar fazer a audiência? Miguel já bateu o martelo e, pronto!

Vai ser mais uma audiência pública fadada a não ter resultado positivo, haja vista, que tantas já foram realizadas na casa Plínio Amorim e,  sempre ficou a sensação de vazio. Enquanto isso,  os bolsões de pobreza foram os mais afetados com fechamentos das creches do Nova Semente.

Basta analisar e qualquer um vai perceber que a maioria das Novas Sementes foram fechadas em lugares mais que mais necessitavam  do atendimento do serviço. É uma pena ver tanto trabalho sendo jogado fora. Miguel se tornou algoz para diversas mães e pais de família que, agora, vão ter que se virar para deixar seus filhos com alguém para poder trabalhar.

A petista ainda alega que algumas creches foram fechadas e que um número de crianças não terão estudo em tempo integral. Cristina Costa parece brincar com o que o povo já sabe. Ela assopra , onde Miguel mordeu , e o povo, é que sempre vai ter prejuízo.

“Esse foi outro problema levantado e isso causou uma polêmica para as mães que trabalham e só chegam no fim do dia, elas terão que providenciar alguém para cuidar dos filhos. “Já tenho um montante de informações do Nova Semente e precisamos agora partir para a discussão”, disse.

Estão sendo convocados para a audiência pública, a Secretária de Educação Maéve Melo, a coordenadora do Nova Semente, o Petrape, Conselho de Defesa da Criança e do Adolescente, Ministério Público e representação dos pais.

O encontro poderá ocorrer ainda no mês de fevereiro.

@lingua

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar