Notícias

Miguel Coelho pode nem chegar ao segundo turno.E se isso acontecer, ele vai apoiar qual candidato?

Segundo a pesquisa, o favoritismo de qualquer prefeito em busca de reeleição, é apenas uma lenda, isso por que, muita gente acredita que por conta de estarem no poder, isso lhes dariam mais forças. Pelos dados revelados, as eleições mudaram a partir do advento Bolsonaro, quando com menos tempo de TV e mídia e sem estar no poder, os votos por ele recebidos, confirmaram a sua vitória nas urnas derrubando vários mitos.

Pesquisas internas palacianas, indicam que a cidade do interior com maior nível de expectativa de distribuição de votos entre candidatos, é Petrolina. A cidade possivelmente terá para as eleições de 2020, pelo menos 4 candidatos em busca da cadeira na prefeitura que hoje é ocupada por Miguel Coelho.

Segundo a pesquisa, o favoritismo de qualquer prefeito em busca de reeleição, é apenas uma lenda, isso por que, muita gente acredita que por conta de estarem no poder, isso lhes dariam mais forças. Pelos dados revelados, as eleições mudaram a partir do advento Bolsonaro, quando com menos tempo de TV e mídia e sem estar no poder, os votos por ele recebidos, confirmaram a sua vitória nas urnas derrubando vários mitos.

Trazendo para Petrolina, os 38% que Miguel Coelho conseguiu em 2016, nas eleições, se deu pelo fato do nome dele ser novo, ter uma boa imagem, e uma boa passagem pela Assembleia Legislativa. Agora, com o desgaste administrativo e sem demonstrar força política (ainda que diga que a tem), Miguel Coelho tem desafio maior, e isso pode pesar muito na reeleição.

Seus adversários diretos são nomes conhecidos na cidade, o que pesa também na hora da escolha. Odacy Amorim-Presidente do IPA, Julio Lóssio-ex-prefeito de Petrolina, Gabriel Menezes-vereador e Lucas Ramos-Deputado estadual, são os nomes mais cotados para a disputa de 2020. Tudo poderá acontecer, até mesmo, um segundo turno sem a figura do atual prefeito na disputa. E se isso se concretizar, vem a pergunta: a quem Miguel Coelho daria o seu apoio?

Pelas pesquisas não oficiais, o prefeito corre esse risco. As chapas que poderiam seguir para o segundo turno seriam: Gabriel x Odacy Amorim, Julio Lossio x Lucas Ramos, ou ainda, Gabriel x Lossio, Odacy x Lossio. Miguel Coelho, ficaria de fora. Mas são apenas prognósticos, e nada é oficial.

No entanto, é bom colocar as barbas no molho e não vacilar, pois, essas eleições serão de fato bem diferentes. O favoritismo de qualquer prefeito em busca de reeleição, é apenas uma lenda, isso por que, muita gente acredita que por conta de estarem no poder, isso lhes dariam mais forças. Ledo engano!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar