Notícias

Miguel Coelho tá preparado mesmo? começa um novo ciclo

08-03-plenario-miguel-coelho-rs-3A partir de 1º de janeiro de 2017, o país receberá seus novos gestores que ocuparão os cargos de prefeito, vice -prefeito e vereadores nas Prefeituras  e Câmaras municipais dos mais de 5.700 municípios brasileiros.

O país viveu  uma eleição com muita violência, os números de mortes e atentados foram gritantes, e abriram os olhos do TSE que de pronto acionou os órgãos responsáveis para coibir os abusos praticados por grupos rivais.

A população de cada município fez as escolhas que achavam ser as acertadas e agora é esperar que  esses novos prefeitos e vereadores cumpram o que prometeram em suas campanhas. O peso maior ficará para os prefeitos, pois o povo viu e ouviu suas propostas, e certamente vão cobrar tim tim por tim tim, cada palavra proferida em seus discursos na busca pelo voto.

Em Petrolina, Fernando Bezerra saiu vitorioso com seu grupo, deixando Miguel Coelho em uma situação confortável (?), mas será que o garoto vai corresponder à altura? Ou será apenas mais um Coelho que entra e sai sem fazer grupo, sem fazer história.

Exemplos bons do tio  e do primo em segundo grau,  ele não tem!  Guilherme Coelho, seu primo, anda claudicante, apenas vivendo politicamente do nome que carrega, mas a força política ficou mesmo com Osvaldo Coelho, nome que sempre foi ovacionado por onde passava. O tio de Miguel, Clementino Coelho, teve tudo para se tornar um excelente deputado, e talvez fosse o nome para ser o prefeito escolhido por Fernando, mas achou que suas asas já estavam prontas pra voar e decidiu sair do domínio do Senador, se deu mal e politicamente não tem força.

Do outro lado , os grupos de Julio Lossio e de Odacy Amorim, que  mostraram muita força nessa eleição, mesmo enfrentando a turba de Miguel que conseguiu aliança com a maioria dos partidos.

Se Fernando e seu grupo vacilar, e não fizer um bom governo a partir de 2017, poderá ver seu filho, sendo apenas mais um nome que veio, se elegeu e sumiu. Daqui a dois anos, esses grupos terão que voltar ao ringue das eleições, e ai é pagar pra ver como essa história  vai se desenrolar. A coisa tá ficando bonita.

Por Cauby Fernandes

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar