NotíciasPolítica

Miguel Coelho: uma coletiva de imprensa ensaiada,e com números prontos

Na manhã desta quinta-feira, 5, o prefeito Miguel Coelho (PSB) reuniu a imprensa regional para prestar contas do São João de Petrolina 2018. A festividade teve início em 15 de junho e teve seu término no dia 1.º de julho, com a Jecana do Capim, que deixou de ser tradicional.Faltaram os herdeiros da festa.

Com os mesmo números que apresentou antes de o São João começar, o prefeito fez somente o que estava ensaiado. Reuniu a imprensa, fez sua fala, e pronto. “Igualzim” aos tantos outros gestores. No entanto, o que chamou a atenção de vários colegas, foi a forma ríspida de passar as informações.

Cercado por críticas diversas, o gestor, se ateve apenas ao roteiro da coletiva. Não falou dos preços exorbitantes cobrados na festa “de graça”, saiu pela tangente quando o assunto foi a Vara da Infância e Adolescência, que por falta de apoio não estava presente no Pátio Ana das Carrancas, admitiu que os turistas que vieram foram para as casas dos amigos e não se hospedaram em hotéis (apesar de estarem lotados com as bandas), enfim, uma coletiva em que todos sabiam como terminaria.

Questionado sobre as reclamações de algumas atrações que tocaram para um público pequeno, Miguel Coelho, rebateu dizendo que sua meta de público foi alcançada.” Os dias que foi pouca gente, foi superado pelos dias que o Pátio lotou. Conseguimos bater a nossa meta de público”, disse o gestor.

Com os mesmo números que apresentou antes de o São João começar, o prefeito fez somente o que estava ensaiado. Reuniu a imprensa, fez sua fala, e pronto. “Igualzim” aos tantos outros gestores. Depois deu cafezim” e a imprensa foi embora.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar