Notícias

Ministro de Minas e Energia, Fernando Filho fala sobre a Chesf

Fernando Filho opina sobre a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Fernando Filho opina sobre a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Como bom nordestino, cresci aprendendo a respeitar e a admirar a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco – a Chesf. Uma empresa que ao longo desses 69 anos sempre representou na vida de todos muito mais do que uma geradora de energia. Foi propulsora de desenvolvimento e tecnologia. Um legado de extrema importância, numa região historicamente marcada pela escassez de investimentos.

Nos últimos anos, não é segredo para ninguém, a Chesf passou por uma grave crise financeira. Uma série de decisões equivocadas, tomadas em momentos anteriores, fizeram a empresa mergulhar na maior crise de sua história. Até o pagamento dos salários dos funcionários esteve ameaçado, por falta de recursos. Quando assumimos o Ministério de Minas e Energia, há pouco mais de um ano, reunimos os dirigentes da Chesf e traçamos um plano de recuperação para a empresa. Havia 111 obras da Companhia paralisadas. Ainda em 2016 concluímos 30 e estamos trabalhando para que até o final do ano que vem todas estejam entregues.

É fundamental, para todo o país, que seja discutido e firmado o novo marco legal do setor elétrico. Temos de corrigir distorções, recuperar empresas e garantir a estabilidade que o mercado exige. Também será necessário promover ajustes administrativos, que já estão sendo realizados, para que os custos sejam mais racionais.

O nosso empenho é para que a Chesf volte a ser uma empresa forte, pioneira e capaz de encher o povo nordestino de orgulho. A companhia permanecerá sendo pública, porque ela é um patrimônio nosso. A Chesf terá o papel de liderar, para os próximos anos, as pesquisas voltadas ao desenvolvimento de energias limpas e renováveis, que começam a crescer em volume de investimentos por todo o Nordeste. A Chesf do futuro, a Chesf que queremos, está conectada às universidades e escolas técnicas, à recuperação do Rio São Francisco, formando inteligência e acumulando conhecimento. Uma empresa cada vez mais forte e valorizada.

Fernando Filho é ministro de Minas e Energia

@lingua

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar