Notícias

Na Câmara de Petrolina quem é político e quem é somente candidato?

Dentre os mais políticos da Casa Plínio Amorim, se destacam: Osório Siqueira, Gabriel Menezes, Ruy Wanderley, Osinaldo Souza e Alvorlande Cruz.

Você conhece seu vereador e seu perfil político? As alianças políticas que ele faz, a evolução do seu patrimônio,a troca-troca partidária entre outras informações valiosas? Todas essas informações são preciosas para quem precisa escolher entre diversos candidatos e diferentes vieses ideológicos, já que Petrolina se prepara para uma nova eleição.

Se queremos mais renovação, diversidade e ética na política, precisamos conhecer quem está na disputa. Primeiro, olhando o histórico do candidato. Depois, olhando o quanto seu perfil se diferencia daqueles que já ocupam o cargo em disputa.

Existe um grande abismo quando tratamos quem é candidato e quem é verdadeiramente político.

O candidato é aquele que faz tudo no armengue. Se filia em qualquer partido sem conhecer quem está filiado. Anda sozinho e não tem boa equipe.Não se atualiza, não gosta de ler, acha que sabe tudo e não aceita opiniões contrárias. Geralmente, o candidato, entra numa disputa eleitoral como se fora uma prova de assinalar questões, onde se entra na disputa com 50% de chance de acertar ou errar. O pior defeito do candidato é não respeitar seus oponentes. Sempre subestima o adversário.

O político, ao contrário do candidato, não faz armengue.Se filia em partido que pode lhe dar chance de eleição e procura conhecer quem está filiado.Não anda sozinho e tem boa equipe. Se atualiza, lê constantemente, aceita opiniões diversas e contrárias, pensa e pondera se as aceita ou não. Sempre está procurando novas idéias. Ao entrar numa disputa eleitoral, o político, avalia o terreno, procura se inteirar com quem disputará a vaga, vai conhecer seus adversários e acima de tudo, respeita a parte oponente.

Dentre os mais políticos da Casa Plínio Amorim, se destacam:

Osório Siqueira, Gabriel Menezes, Ruy Wanderley, Osinaldo Souza e Alvorlande Cruz.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar