NotíciasPolítica

Perguntar não ofende, né Petrolina? Farras de horas extras na Guarda Municipal

fatos da semana

Estamos abrindo espaço para fazer perguntas aos poderes sobre o que está acontecendo nas cidades. Se o leitor quiser comentar as portas do blog estão abertas . E a primeira pergunta é:

Falemos sobre a farra de horas extras na Guarda municipal. Muitos guardas estão recebendo horas extras em grana sem precisar trabalhar, principalmente o pessoal que trabalha no administrativo. Segundo denúncia dos próprios guardas municipais. Eles se queixam que tem uma turma que  trabalha de segunda a sexta-feira. E só. Não trabalham nos feriados e quem de verdade trabalha nas viaturas, se mata trabalhando e recebe igual. Pergunta é: E isso pode? É legal?.

 

Os professores contratados de Petrolina estão vivendo dias de terror. Eles serão substituídos pelos que passaram no concurso. Quanto a isso tudo bem. No entanto, eles passaram em processo seletivo e não acabou o contrato. E agora? Serão dispensados mesmo assim?

 

 

 

Mesmo tendo um Central de Transportes que pode comprar combustíveis direto da distribuidora, a prefeitura de Petrolina insiste em abastecer a frota de veículos em postos de particulares. Em cinco na verdade. Se é para economizar, por que não comprar direto do distribuidor?

 

 

 

A Câmara de vereadores de Petrolina, agora tem ouvidoria! A pergunta é: vai servir para quê  uma ouvidoria, se nem mesmo eles se ouvem? Era necessário? Não é mais um gasto extra?

 

 

E por fim, faremos três perguntas. Por que Julio Lossio que todos sabem que é  candidato, ainda não falou nada sobre o assunto?

Por que Miguel Coelho, mesmo sendo um prefeito midiático não revela logo que vai para o Partido do presidente Bolsonaro?  Aliás,  na cidade é o que mais se comenta.

Por que nas últimas sessões na Casa Plínio Amorim, só quem está comandando os trabalhos é o Mourão petrolinense,Ronaldo Cancão?

 

Artigos relacionados

3 pensamentos “Perguntar não ofende, né Petrolina? Farras de horas extras na Guarda Municipal”

  1. como pode um administrativo ganhar mais do que um servico de execução que sao quem ta nas ruas?????????????
    é a tal da inversao de valores que ate dentro dos orgãos acontecem.
    pelo que estou vendo a gestao municipal esta investindo bastante na estrutura da guarda,comk viaturas e equipamentos mas quem ganha dinheiro é quem esta por tras de um computador (e sabendo que estao ganhando sem trabalhar),nao desmerecendo o adm mas quem esta nas rua dando a cara deveria ser mais valorizado.
    ai faço uma pergunta. cade o comando? é conivente com isso?/

  2. issu é normal.. Na Ampla também é assim. Aliás, na gestão do prefeito anterior também era assim, talvez pior. Já faz parte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar