Notícias

Petrolina: 18-8. Guarde esses nomes:Osório Siqueira, Zenildo Nunes, Edilson do Transito, Gaturiano Cigano, Maria Elena, Aero Cruz, Major Enfermeiro e Ruy Wanderley

Cada vereador está procurando seu quadrado, e ordens de Miguel Coelho, correm o risco de não serão obedecidas.

ão tem como fugir do tempo. Ele é cruel e impõe ritmos na vida inesperados. Se há uma coisa incontrolável nessa vida, essa, sem dúvidas é o tempo. Ele foge, escorrega e vira cinzas. E o pior,  é que ele não volta.

Por falar em tempo, quem está correndo atrás de cada segundo, são os vereadores da base do prefeito Miguel Coelho. Cada vereador está procurando seu quadrado, e ordens de Miguel Coelho, correm o risco de não serem obedecidas. Isso por que, o prefeito está dando um jeito de colocá-los em partidos que ele está escolhendo,mas que podem ser uma grande furada num futuro que se aproxima velozmente. Estamos bem perto das eleições, não se engane.

Resultado de imagem para correndo gifNessa conta de 18- 8, apenas 10 sobrarão para contar história feliz. Como assim? Da atual Legislatura, daqueles que servem ao executivo, dos 18 vereadores, apenas 10 conseguirão reeleição. Podemos dizer, e aí nos julguem lá na frente, mas, os nomes que contarão boa história serão: Osório Siqueira, Zenildo Nunes, Edilson do Transito, Gaturiano Cigano, Maria Elena, Aero Cruz, Major Enfermeiro e Ruy Wanderley.

Os nomes de Osinaldo Souza, Ronaldo Cancão, Ronaldo Silva,Manoel da Acosap,Rodrigo Araujo, Alvorlande Cruz, Alex de Jesus, Elias Jardim, Gilberto Melo e Zé batista da Gama , se ficarem onde o prefeito exigirá, poderão tomar um balde de água fria em 2020.

Se eles quiserem a reeleição, precisarão tomar uma decisão nada fácil: procurar seus caminhos, e não entregar seus destinos na mão de terceiros. A hora se aproxima. E agora? Para onde irão? Quais partidos? Precisam se atentar que tem um monte de candidatos que estão correndo por fora, e já fazendo campanhas, visitando, dizendo seus nomes. Tá fácil não!

Cada vereador está procurando seu quadrado, e ordens de Miguel Coelho, correm o risco de não serem obedecidas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar