Notícias

Petrolina: a próxima vítima de Alvorlande Cruz pode ser Aero Cruz seu irmão

Diferente de Alvorlande Cruz, Aero promoveu a paz na família. E o primeiro ato de grandeza e humildade, ao assumir o cargo, e sem perder tempo,logo estendeu a mão para o Alvorlande Cruz, e o trouxe para o lado de Miguel Coelho, e foi lhe dada uma assessoria especial.  O engenheiro, estava solitário, foi bem sucedido nas eleições, ficou como primeiro suplente no entanto, por ser de outra corrente politica, não teria vez no novo  governo que acabara de assumir. São fatos  da vida. Aero foi gigante nesse ato.

O termo irmandade tem como eixo a ideia de irmão, aquele com quem a princípio tem-se afinidade, parentesco. Mas também dentro do conceito de irmão está, incrustrado na tradição, a perspectiva de rivalidade. Basta lembrar a história bíblica de Caim e Abel, que o primeiro mata o segundo por inveja. Se irmãos disputam a atenção paterna, irmãos famosos podem rivalizar para conseguir e ter a aprovação da mídia e fãs? Sim e não. Depende de cada caso e de como se dá esta relação.

Tem-se o famoso caso das estrelas hollywoodianas Olivia de Havilland e Joan Fontaine. As duas se tornaram atrizes e tinham uma relação muito difícil. A mãe tinha preferência por Olívia, segundo o biógrafo das duas Charles Higham, e proibiu Joan de usar o sobrenome da família quando começou a carreira de atriz. Porém, as duas  concorreram em 1942 o Oscar de melhor atriz e Fontaine acabou ganhando para surpresa de Olivia. Ela caminhou para receber a estatueta e deixou de cumprimentar  Havilland, que ficou muito magoada – aumentando assim os comentários sobre a declarada rivalidade.

Assim, não é  anormal ver irmãos se digladiando por espaços na política, nas artes e em diversas áreas. Em Petrolina também tem desses casos. Vamos lhe contar uma história que bate  justamente com o que você está lendo querido amigo.

A história de Aero Cruz e Alvorlande é um fato muito interessante na cidade. Aero Cruz, para quem não sabe, antes de ser vereador, é concursado na prefeitura de Petrolina, foi empresário, e durante muito, mas muito tempo, sempre foi de confiança da família de Fernando Bezerra Coelho. Quando Fernando estava prefeito, Aero sempre foi figura fácil pelos corredores do Palácio dos Guararapes.

Depois que FBC, assumiu como secretário de Eduardo Campos, Aero Cruz, sempre teve a ajuda de FBC.Mas não fluía como antes. Estar no poder estadual, é diferente de estar no poder municipal. Quanto mais perto do poder, mais benesses,e isso é fato.  Voltando para os irmãos Cruz, eles sempre tiveram atritos gigantescos. Alvorlande é politico nato, vive para isso. É inteligente, sagaz, sabe onde os passarinhos dormem, é do tipo que nunca dá viagem perdida. Por isso, o batizaram de engenheiro.

Por causa dos atritos familiares, Alvorlande sempre esteve afastado de Aero. Essa relação ficou pior por que durante dez anos, Aero ficou fora do poder municipal, e isso foi muito ruim para ele. Sofreu muito, passou perrengues, mas acreditava que a situação ia se reverter um dia. Nessa época Alvorlande era vereador, e estava dentro do Governo Julio Lossio. Tinha tudo, cargos diversos, era respeitado e podia estender a mão para o irmão que passava dificuldades. No entanto,mesmo podendo ajudar,  nenhum gesto foi feito para o irmão.

Mas como a vida é uma roda gigante, essa mesma roda girou! E virou para o lado de Aero Cruz. Veio as eleições de 2016, e Aero, que antes pensava em colocar seu filho como candidato, decidiu ele mesmo enfrentar as eleições. E foi uma vitória inconteste. Apesar de não ter sido eleito por causa do coeficiente eleitoral, Miguel Coelho fez um gesto ao amigo de longas jornadas, e o trouxe para a Casa Plínio Amorim. Por ser suplente da coligação, ele foi elevado ao cargo.

Diferente de Alvorlande Cruz, Aero promoveu a paz na família e os uniu mais uma vez. E o primeiro ato de grandeza e humildade, ao assumir o cargo e sem perder tempo, Aero, logo estendeu a mão para o Alvorlande Cruz, e o trouxe para o lado de Miguel Coelho. A Alvorlande foi dada uma assessoria especial.  O engenheiro, estava solitário, foi bem sucedido nas eleições, ficou como primeiro suplente no entanto, por ser de outra corrente politica, não teria vez no novo  governo que acabara de assumir. São fatos  da vida. Aero foi gigante nesse gesto de pura humanidade.

No entanto, a situação mudou de vez para Alvorlande Cruz! Agora ele está vereador de fato. E agora que assumiu a cadeira depois que Domingos de Cristália perdeu o mandato, Alvorlande já pode sentir a independência política voltando para seus braços. Aí surgem as perguntas: será que ele voltará  a ser o “cara” e vai agir como agia antigamente quando esquecia da família? Ou será que se lembrará de  quem de fato o ajudou quando precisava? Será que depois de Domingos de Cristália, Aero Cruz será a próxima vitima, e Alvorlande vai romper o laço de irmandade recriado pelo irmão?

Confiança se conquista. Será que Aero confia totalmente no irmão que acabou de fazer as pazes? Vem aí as eleições de 2020, e essa eleição será o divisor de águas para os irmãos Cruz. Se unirão, ou cada um procurará seu caminho. Aguardemos.

Artigos relacionados

1 pensou em “Petrolina: a próxima vítima de Alvorlande Cruz pode ser Aero Cruz seu irmão”

  1. É esse tipo de gente que, infelizmente, nos representa.
    O nível dos nossos vereadores nunca foi muito bom mesmo e vem caindo ainda mais.
    Ultimamente temos visto pessoas sem a menor qualificação e preparo. Apenas com avidez de poder e de dinheiro.
    O reflexo disso é que o prefeito MANDA na câmara, cabendo apenas aos vereadores dizer “SIM SENHOR” sem se importar com a moralidade e/ou legalidade dessa concordância.
    Perde Petrolina, perde o povo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar