Notícias

Petrolina: Igreja Católica vive dias difíceis com Bispo difícil

muitos sacerdotes infiéis à sua vocação têm usado do medo e do autoritarismo para calar as críticas da comunidade. Querem viver acima de todas as leis, sem prestar contas a ninguém. Mas saibam que todos podem recorrer a instâncias superiores.

Todos somos responsáveis pela Igreja. Portanto, lembremos que a comunidade tem o dever principal de admoestar, cuidar e auxiliar os sacerdotes na caminhada vocacional. Aconselhar e rezar pelos sacerdotes é missão de todo cristão, pois todos somos responsáveis pela Igreja. A Igreja católica de Petrolina vive dias difíceis com Bispo difícil. Pouco sociável, não dado aos pobres, duro com os demais sacerdotes, blindado e antipático, o Bispo Francisco Canindé Palhano é de poucas palavras.

Ele é bom administrador? Sim! Mas não basta ser bom administrador se a parte humana , que é mais importante, é deixada de lado. Quando por essas bandas chegou, o religioso prometeu ser o “pai que corrige”, no entanto, sua vara tem sido mais para corrigir e, tem sobrepujado o amor aos fiéis. Pessoa difícil de se lidar.

Os sacerdotes são escolhidos por Deus, do meio do Povo, para servir à Igreja e testemunhar o Redentor no mundo.Os sacerdotes têm a missão de ensinar o caminho certo, de colaborar com a santificação do Povo de Deus e de governar com justiça a comunidade que lhe é confiada.

No entanto, isso não dá ao presbítero o direito de se proclamar “o rei todo-poderoso”. Numa paróquia, por exemplo, o sacerdote é convidado a presidir a comunidade dos fiéis, incentivando a participação de todos. Muito estranho é ver uma paróquia onde o pároco faz o que quer, quando quer e como quer, mesmo contrariando o gosto e os sonhos de toda a comunidade.

A comunidade tem autoridade moral para cobrar de seu sacerdote a postura que lhe deveria ser própria. Um sacerdote  que humilha os paroquianos deve ser cobrado severamente.
 

Um sacerdote que, por exemplo, negligencia os doentes por causas espúrias, tais como fixar-se na Internet ou ir a festas particulares tem de ser repreendido pelos membros da comunidade. Um presbítero que faz acepção de pessoas, tratando bem somente aquelas de altas posições sociais, e visando apenas ao enriquecimento e ao dinheiro, precisa ser admoestado pelos paroquianos.

Não é pecado pedir fidelidade ao seu sacerdote.

Mas e se ele não ouvir? E se ele usar seu poder contra aqueles que exigem dele a coerência? Bem, muitos sacerdotes infiéis à sua vocação têm usado do medo e do autoritarismo para calar as críticas da comunidade. Querem viver acima de todas as leis, sem prestar contas a ninguém. Mas saibam que todos podem recorrer a instâncias superiores.

O Cristo jamais deve ser traído pelos que o representam, mas se isso acontecer, que os traidores sejam chamados ao tribunal!

Artigos relacionados

7 pensamentos “Petrolina: Igreja Católica vive dias difíceis com Bispo difícil”

  1. Eu não acho que o Reverendíssimo Bispo Dom Francisco Canindé Palhano é isso o que esta matéria sem cabimento diz, pelo o contrário!!! Quem foi o autor que se esconde por trás de um blog? Acho que é uma pessoa sem ter o que fazer… Parem de se incomodar com o que tá dando certo, pois o que Ele está fazendo é a arrumando a bagunça que deixaram…

  2. Quem conhece a seriedade do trabalho que o Bispo de Petrolina Dom Francisco Palhano vem desenvolvendo de forma séria e transparente, sabe que isso é recalque do Padre Antônio Moreno pela perca do poder, é porque no atual momento da Diocese ele não manobra o Bispo como era acostumado a fazer com Dom Manoel. Matéria infundada e sem credibilidade.

  3. Li tudo e nunca vi tanta mentira em uma publicação só. Eu acho uma falta de respeito com o Bispo e com a Diocese de Peteolina uma pastagem repleta de calúnia como essas. Quem vive dentro a Igreja/dentro da Igreja, que já teve a oportunidade de conversar com o Bispo, de ter um contato o mínimo que possível, sabe o quanto ele é aberto e receptivo para com o seu rebanho. Nunca vi Dom Francisco destratar alguém, nunca o vi ignorar alguém, nem deixar de prestar seus serviços de Bom Pastor a nenhuma das pessoas que o procuram. O Bispo é um homem ocupado, precisa administrar toda uma Diocese, então não tem tempo pra ficar gastando sem fazer nada, mas tenho certeza que se um dia alguém precisar urgentemente dele, ele largaria o que estivesse fazendo pra ajudar! Porque esse é o Bispo que Petrolina tem. Realmente, a Igreja Católica vive dias difíceis, mas não é com o Bispo, é com as pessoas que não vivem a igreja, não frequentam, não conhecem o corpo de Cristo, e não procuram saber o que é o certo é o errado e vivem de achismos, falando, postando e espalhando o que querem sem irem atrás da verdade. Muito me admira alguém falar mal do Bispo que tá colocando finalmente a casa em ordem. Busquem saber antes de publicar algo, procurem o Bispo, conversem, o conheçam. Dom Francisco é humilde, generoso, prestativo, é um ser humano com um coração enorme.

  4. E essa vergonha desse artigo, quer passar no crédito ou no débito? Tirou de onde que o bispo é isso aí? Sou paroquiano da rainha dos anjos, convivo com o bispo e com as ações ligadas diretamente a ele e quando eu li o texto, achei que estavam falando de uma pessoa totalmente diferente. Kkkkkk para que tá feio

  5. Pelo amor de Deus, deixe de abrir a boca para vomitar asneiras. Dom Francisco é um excelente bispo e está sendo um pai para nossa Diocese. O povo dessa cidade se acomodou no pensamento de que a igreja precisa assemelhar-se as vontades do seu povo, o que é um erro nefasto. A igreja precisa ser solidifica na tradição de Cristo e não nos anseios de um século deplorável. Dom Francisco, vem fazendo um excelente trabalho e és um homem de muita integridade e humildade. Estou aqui dizendo isso, pois assisto suas celebrações e participo ativamente das atividades da paróquia. Dom Francisco foi um presente de Deus para nossa igreja que estava se afundando em ruínas. Deveríamos louvar a Deus por sua vida e vocação. Ressalvo dizer, que não sou rica e nem possuo tributos sociais para afirmar que ele não é nada disso que você está dizendo. Fique em paz!

  6. Julgamos inverídicas todas as informações sobre Dom Francisco Canindé Palhano. Como “pai que corrige”, ele tem usado a sua sabedoria para dirigir o povo de Deus por caminhos seguros, organizando as paróquias nas questões administrativa e pastoral, promovendo formações com várias pastorais, visitando as paróquias, a fim de que a Diocese tenha uma linha de ação, mesmo diante da diversidade de opiniões e carismas dentro da Igreja. Dom Francisco chegou, por exemplo, quando havia uma queda de braço quanto à questão do Palácio Diocesano, que está sendo reformado por várias ações realizadas pelo oitavo pastor de Petrolina. Tem olhado com carinho especial para todos os setores da Igreja e da sociedade, com o seu múnus de ensinar, governar e santificar o povo de Deus que lhe foi confiado.
    Muitas pessoas, mal acostumadas com certas dispersões na condução da Diocese, ainda estão assimilando os efeitos da administração de Dom Francisco. É muito cedo para julgamentos tendenciosos, como ficaram demonstrados na matéria. O que se espera é que Dom Francisco tenha paz de espírito e a capacidade de sempre seguir à luz do Evangelho, da Tradição e do Magistério da Igreja para que o seu ministério pastoral reflita sempre um amor à Igreja de Cristo, da qual ele é Sucessor dos Apóstolos. Temos a certeza que a sua transferência de Bonfim para Petrolina foi um sinal luminoso para a Diocese, que caminha para o seu centenário. Antes de julgar, vamos conhecê-lo melhor. Ele tem muito a contribuir com sua visão de pastor para o progresso da nossa cidade e para o bem da Igreja.

    1. perguntem aos fiéis de Bomfim e verão que boa parte do texto faz sentido. Queremos um grande pastor que nos eleve ao ceu através de espiritualidade e não só pelas obras materiais. Rezo por ele prá suas açoes serem mais voltadas para os pobres. Nem sempre as ofertas devam ser “generosas”más vale o que temos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Fechar