Notícias

Petrolina precisa de uma Câmara mais feminina. Maria Elena poderá voltar à Casa Plínio Amorim

Resultado de imagem para camara de petrolina Rosa

 Em Petrolina, mais da metade dos eleitores são mulheres. No entanto, para a legislatura de 2017 a 2020, apenas duas foram eleitas pelo voto direto. Hoje,  elas  ocupam menos de 10% das vagas na Câmara de Vereadores. A representação feminina hoje na Casa Plínio Amorim é de apenas 01 vereadora contra 22 homens, uma participação constrangedora e tudo isso por que uma delas, está licenciada e ocupa uma cadeira na secretária municipal de Cultura e Esporte.

Mas ao que parece, a secretária Maria Elena (PSB), não está em nada satisfeita com a posição que ocupa. Não é segredo e todos sabem,  que Elena está incomodada na titulação da secretaria e a queixa  é  sem dúvidas, a falta de autonomia para executar suas ações.

Muitos dizem, que quem manda realmente naquela secretaria é outra pessoa e que Maria Elena estaria na posição de secretaria apenas para cumprir tabela e ceder espaço para Ibamar Fernandes , que ficou em primeira suplência e assumiu a vaga de Elena na Camara de vereadores a  pedido do prefeito Miguel Coelho. Enquanto isso, sobra para Cristina Costa (PT), carregar a bandeira feminina na Casa, sendo por muitas vezes perseguida pelos machistas que a querem ver longe daquele lugar. Falta mulher na Casa Plínio Amorim.

O Parlamento Petrolinense tem produzido uma enxurrada de abusos contra a mulher na politica. No inicio do ano, Cristina Costa ,foi alvo de palavras pejorativas advinda de dois vereadores,  que disseram que ali não era seu lugar. Ela se manteve firme. No entanto,  a firmeza  da vereadora poderia ter um aporte maior , se na Casa , ela tivesse o apoio de Maria Elena.  Se as expectativas da volta de Elena se confirmarem, a Câmara de vereadores de Petrolina tomará outro tom .Essas mulheres, formariam um dueto feminino,  que certamente causaria mais impacto no legislativo petrolinense. Vamos esperar.

Por Cauby Fernandes

 

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar