Notícias

Petrolina:Miguel Coelho pode perder eleição em segundo turno

Será uma eleição maravilhosa de se acompanhar. Vem 2020! Aqui é Petrolina.

Depois que o senador Fernando Bezerra (MDB) decidiu alçar outros voos na sua carreira política abraçando a secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco em 2006,  as eleições em Petrolina, passaram por uma transformação gigantesca. E de lá para cá, o grupo criado por ele, perdeu forças política dentro da maior cidade dos Sertão.

Como Odacy Amorim se tornou prefeito em 2006, ficando dois anos no poder, conseguiu uma façanha interessante, de dar continuidade às ações implantadas e viabilizar a implementação de outras importantes para  o município.

Em 2010,o grupo de FBC ficou estático nas eleições municipais, e não lançou candidatura, até por que, Gonzaga Patriota, ganhou o direito de disputar pelo PSB, (partido que Fernando Bezerra era filiado) a vaga de prefeito em Petrolina. Naquela época, o desconhecido Dr. Julio Lóssio, aparece dizendo ser candidato,e ganhou a eleição para Gonzaga e Rosalvo Antonio.

Em 2012, e agora com representante da família Coelho nas eleições municipais, o grupo de FBC, investiu pesado na campanha de Fernando Filho para prefeito contra o atual gestor, contra Odacy Amorim e Rosalvo Antonio. O resultado foi avassalador. Lóssio, que  ganhou musculatura eleitoral, conseguiu outra façanha e derrotou seus adversários com uma margem surpreendente de votos.

Veja quadro abaixo:

Eleições 2020/ Segundo turno

Nas eleições de 2020, ou Miguel Coelho se esforça para ganhar no primeiro turno, e aí precisaria de 50% +1%, ou no segundo turno perderá  a eleição, e estará abrindo mão de continuar no cargo de prefeito. Se isso vier a se concretizar,será a primeira vez que um prefeito não conseguiu se reeleger em Petrolina.Isso mudará as histórias de eleições no município.Será constrangedor.

Onde reside a preocupação do grupo de FBC?

Nos votos! De Fernando Filho para cá (2012), o grupo não passa dos 40% de votos nas eleições. É um número que tem que se respeitar. No entanto, tudo mudou, os adversários são mais sagazes, aprenderam com seus erros, e virão com muita força e vontade para saírem como  vencedores na eleição de 2020. Ninguém é mais “besta”,os adversários de Miguel Coelho estudaram e estão estudando pontos e contrapontos da gestão Novo Tempo. Aprenderam a contar, a fazer estratégias, saíram do amadorismo. Todo mundo agora é profissional.

Miguel Coelho está queimando os neurônios! Até entrar em buraco feito pela Compesa, o rapaz entrou nesta semana, e isso  somente para mostrar que está trabalhando e preocupado com a cidade. Ainda é pouco,precisa se esforçar mais. E toda a engenhoca da eleição de 2020, já está pronta.Resta saber quem vai ter competência para fazer ela funcionar.

Será uma eleição maravilhosa de se acompanhar. Vem 2020! Aqui é Petrolina.

Artigos relacionados

2 pensamentos “Petrolina:Miguel Coelho pode perder eleição em segundo turno”

  1. Sem falar que os possíveis, azarões possam surpreender nesse cenário diferente e novo das próximas eleições municipais nomes bons vem por aí aguardem…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar