Notícias

Petrolina:opinião do leitor rebate Zé Batista da Gama

Está nítido que quem muda de posição como uma biruta de aeroporto não é Odacy, que, inclusive, figura no mesmo partido já há alguns anos. Ele sempre militou no campo político de esquerda e teve lado. Já o grupo do Vereador, apenas na história recente, fez parte do Governo Lula, Dilma, Temer e, como se não bastasse, pediu votos para Alckmin, ocupando também espaço no atual governo Bolsonaro. É a busca pelo poder, pouco importando ideologia ou programa partidário. Não se importam em integrar este governo que vem aos poucos exterminando diversos direitos das camadas mais necessitadas em favor de uma elite que, a cada dia, quer se tornar mais dominante.

O Vereador José Batista ocupou a tribuna da Câmara de Vereadores Plínio Amorim, usando do mandato que o povo lhe confiou para fiscalizar o Poder Público Municipal, para fazer a politicagem mais rasteira possível.

Ao ser questionado sobre críticas à Administração Municipal, o Vereador, exercendo o papel contrário daquele para o qual foi eleito, sempre defende os interesses pessoais do Prefeito. Pior, faz isso faltando com a verdade.

Zé Batista questiona que o ex-prefeito Odacy Amorim traiu o grupo político ao qual ele pertence, pelo simples fato de ter se afastado do mesmo. Odacy se afastou porque aprendeu a respeitar o ambiente dos outros, principalmente quando se trata de um grupo político que aceita apenas as pessoas de casa ocupando as instâncias de poder. Petrolina pertence ao seu povo, pouco importando o sobrenome carregado. Assim, dentro de um ambiente hostil, nada restava senão buscar um local onde pudesse exercer livremente o seu mandato.

Está nítido que quem muda de posição como uma biruta de aeroporto não é Odacy, que, inclusive, figura no mesmo partido já há alguns anos. Ele sempre militou no campo político de esquerda e teve lado. Já o grupo do Vereador, apenas na história recente, fez parte do Governo Lula, Dilma, Temer e, como se não bastasse, pediu votos para Alckmin, ocupando também espaço no atual governo Bolsonaro. É a busca pelo poder, pouco importando ideologia ou programa partidário. Não se importam em integrar este governo que vem aos poucos exterminando diversos direitos das camadas mais necessitadas em favor de uma elite que, a cada dia, quer se tornar mais dominante.

Acerca das acusações infundadas e requentadas apresentadas pelo vereador, e que reaparecem sempre que necessitam de uma cortina de fumaça para ocultar as mazelas do governo que ele defende, o presidente do IPA, Odacy Amorim, sempre se encontrou a disposição da Justiça, mas neste caso os esclarecimentos já foram prestados e o mesmo foi completamente inocentado da acusação da Bacia do Dom Avelar, sem qualquer tipo de restrição ao bom nome que permanece intacto e sem qualquer pecha de corrupção, especialmente na questão citada pelo Vereador.

Entendo que Zé Batista precisa deixar de exercer o papel tão pequeno que vem se prestando, diante da importância do cargo que lhe foi conferido pelo povo petrolinense, ao tempo em que fica claro que o caso da Bacia do Dom Avelar já fora julgado pela Justiça Federal, não imputando a Odacy qualquer devolução de recursos ou mesmo qualquer registro de ato de improbidade administrativa de sua parte.

Ciente do meu dever como cidadão, reconheço o excelente trabalho que Odacy vem desempenhando a frente do IPA, presidindo um órgão vital para a agropecuária pernambucana. Torço para que Petrolina possa viver dias melhores fundados na boa política e na gestão correta dos recursos públicos.

Geraldo Edson Cardoso Calado – Cidadão petrolinense

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar