Notícias

‘Prefeita ostentação’ de Bom Jardim, é afastada mais uma vez

Bom Jardim (MA),
vive novamente o dilema de ver sua prefeita  Lidiane Leite da Silva (sem partido), 25, afastada
novamente do cargo por 120 dias.  O
pedido do afastamento atende a uma ordem judicial , sob uma medida
cautelar acatada pela juíza Leoneide Delfina Barros Amorim, da comarca de Bom Jardim.
Ela é  suspeita de fraudes em
licitação e desvio em recursos de merenda escolar. Devido a sua maneira de só
viver no luxo e em festa luxuosas, a prefeita ficou conhecida como
“prefeita ostentação” .
Lidiane Leite foi afastada do cargo em agosto do
ano passado, quando saiu da cidade para não ser presa pela Polícia Federal
durante a operação Éden
. Com destino incerto por 15 dias, a Câmara
de Vereadores decidiu pela cassação e deu posse a
vice-prefeita, Malrinete dos Santos Matos (PMDB), conhecida como Malrinete
Gralharda.
O afastamento provisório de Lidiane da prefeitura ocorrerá sem a
suspensão da remuneração do cargo, que é de R$ 12 mil mensais. A Justiça deu o
prazo de 24 horas para que Câmara de Vereadores de Bom Jardim dê posse à
vice-prefeita e solicitou que a Polícia Militar garanta a segurança e a
ordem pública para cumprimento da decisão e a preservação do patrimônio
público.
“O pedido de afastamento liminar do cargo foi necessário porque as
irregularidades permanecem. O retorno ao cargo resultará na continuidade da
dilapidação do patrimônio público de Bom Jardim”, afirmou Oliveira.
O advogado de Lidiane, Ronaldo Ribeiro, informou que foi notificado da
decisão  e que pretende recorrer da decisão. Ele afirmou que o afastamento
é ilegal, pois Lidiane “sequer foi intimada de alguma ação”.

Cauby Fernandes

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar