Notícias

Presidente da Câmara de Petrolina vira cabo eleitoral de luxo. Um homem amarrado pelas cordas de Fernando Bezerra

Ele tinha tudo para ser um dos candidatos mais votados em Petrolina. Sem dúvidas, sairia da cidade com mais de 18 mil votos e era um sério candidato a ocupar uma das vagas na Assembleia Legislativa de  Pernambuco. Mas, pela força do grupo e obedecendo aos seus maiores, optou por ser presidente da Casa Plínio Amorim e assim comandar a Câmara de Petrolina por mais três anos. Essa é a vida de Osório Siqueira, que agora, é sem dúvidas o cabo eleitoral de luxo mais cobiçado da cidade.  O seu reduto eleitoral ( os projetos irrigados), tem mais de 50 mil eleitores, e ele é respeitado em todos eles.

Sem titubear, Siqueira, andará com aquele a quem Fernando Bezerra indicar para a transferência de votos.Uma missão espinhosa, mas que fará do apadrinhado de FBC um dos mais fortes nomes em direção à ALEPE.

Zé Coelho Neto, esse talvez, seja o nome certo para o apoio desse, que será,  o indubitável diferencial na eleição de 2018 em Petrolina. Osório, ao ser reconduzido, perde mais do que ganha, e isso é uma verdade. O sobrinho de FBC, pode ocupar a lacuna deixada por Miguel Coelho, que optou por ser prefeito de Petrolina.

Orlando Tolentino,  pré-candidato que corre por fora para também ser ungido por FBC, tem em sua trajetória uma batalha que precisa ser vencida nos tribunais,  já que está ” impedido” de ser candidato por processos que precisam ser resolvidos com urgência. Por outro lado, livre e leve , Zé Neto, que gosta da politica  da família Coelho, tem no tio uma forte inspiração e pode se tornar mais um Coelho forte na politica pernambucana.

Arrumações e estratégias já estão cirurgicamente montadas para fortalecimento  da imagem do grupo de Fernando Bezerra, que agora, já amarrou com cordas,  o fortíssimo Osório Siqueira,  que tinha tudo para ser um dos candidatos mais votados em Petrolina e sem dúvidas, sairia da cidade com mais de 18 mil votos e era um sério candidato a ocupar uma das vagas na Assembleia Legislativa de  Pernambuco.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar