Notícias

PT pernambucano se organiza para as eleições de 2018

O PT pernambucano, já decidiu sobre  candidatura própria ao Governo do Estado. Uma decisão que  já era uma tendência. E essa decisão aconteceu,  não por acaso, mas depois muitos debates  e  depoimentos de membros do partido. Quanto as alianças que poderiam ser feitas  no primeiro turno, o partido tomou cautela  e não se decidiu sobre o assunto.

Uma das possíveis alianças seria  fechar um acordo com Armando Monteiro, mas, segundo o partido e seus filiados, o senador  perdeu forças, quando resolveu  votar a  favor da Reforma Trabalhista.A força tarefa do partido tem nas mão uma dura missão, que é  escolher o nome que encabeçará o projeto. Os nomes mais cotados são da vereadora do Recife, Marília Arraes e do ex-prefeito de Recife, João Paulo.

Os presidentes petistas tanto dos Diretórios Estaduais quanto dos diretórios das capitais de todo o país ,se reuniram em  São Paulo, nesta segunda-feira, 31, levando nas suas pastas a pauta que tinha  como o objetivo definir o planejamento estratégico do partido.

Resultado de imagem para pt de PE em sao pauloA vereadora do Recife, Marília Arraes (PT),  que um mês atrás esteve reunida com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e com o senador Humberto Costa (PT), no Instituto Lula, em São Paulo, já tinha dado seu recado, sobre ser a candidata do partido.  A  neta de Miguel Arraes foi discutir a conjuntura nacional e estadual e se colocar a disposição do cacique petista para disputar o governo estadual.
Humberto Costa já havia apresentado a “estratégia Marília” a Lula  e teria recebido o aval para continuar as conversas em torno do nome dela.
Por Cauby Fernandes
@lingua

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar