Notícias

Resiliência: vereadores de Petrolina estão pagando alto preço por estarem do lado de FBC

Boa sorte vereadores de situação…Tic,tac,tic,tac… O relógio está girando.

Se tem uma coisa que de fato temos que aplaudir é a lealdade dos vereadores da base de Miguel Coelho. Os 18 vereadores que hoje estão na Casa Plínio Amorim e que estão sendo um rolo compressor que tem esmagado a oposição, são as pessoas mais resilientes que já vimos.
O líder maior, Fernando Bezerra, apesar de nessas bandas pouco se falar sobre o caso, está passando, talvez, pela sua maior provação. Já foi dito que ele sofreu uma punhalada dada por Onix Lorenzoni e por Sérgio Moro, e que talvez, perca o cargo de líder logo que o filho de Bolsonaro seja conclamado embaixador nos Estados Unidos.
Em Petrolina, quem sustenta a barra pesada são os vereadores da base. Nesta quinta,26, eles ouviram os vereadores da oposição  destilarem todas as palavras pesadas sobre suas costas, e ainda assim, permaneceram fortes. Esses homens, estão sendo verdadeiros guerreiros, pois, suportam um peso pesado, e lá na frente poderão pagar uma alto preço por terem escolhido a lealdade. Nós sabemos que eles sabem que estão vivendo entre a cruz e a espada, mas continuam firmes. Como já dissemos: eles, apesar dos pesares, merecem todo respeito.

Pena que seus líderes estão lhes arrancando os fígados, deixando-os sem sangue e levando-os ao buraco. Termino dizendo que cada vereador deveria ter no sobrenome a palavra “resiliência”, que na física é a propriedade que alguns corpos apresentam de retornar à forma original após terem sido submetidos a uma deformação elástica.
figuradamente, também é a capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças. Boa sorte vereadores de situação…Tic,tac,tic,tac… O relógio está girando.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar