Notícias

Rompimento de FBC com PSB marcou congresso estadual do partido

O Congresso estadual do PSB expôs publicamente o possível rompimento com o partido do senador Fernando Bezerra Coelho, que tem estudado trocar a sigla pelo DEM (sob um novo formato) ou pelo PMDB. O encontro em hotel do Pina, na manhã deste domingo (27), não teve a presença de FBC; do ministro de Minas e Energia, Fernando Filho; ou do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho.

Sileno Guedes foi reconduzido por unanimidade à presidência do PSB-PE. O ato também reforçou a candidatura à reeleição do governador Paulo Câmara. O presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira, também lançou o nome de João Campos, filho do ex-governador Eduardo Campos, para deputado federal.

Embora as lideranças do partido insistam na possibilidade de permanência de FBC, o congresso foi marcado por inúmeros recados. As palavras “lealdade” e “compromisso” deram o tom dos discursos. “Quem apostou contra o PSB em 2016 quebrou a cara”, alertou o prefeito do Recife, Geraldo Julio.

Carlos Siqueira e o deputado federal Tadeu Alencar também criticaram a privatização da Chesf e da Eletrobras, que vem sendo conduzida por Fernando Filho. Em busca de apoio para permanecer no comando do PSB nacional, Siqueira disparou contra o presidente Michel Temer (PMDB), o que fez com que a militância puxasse um coro de “Fora Temer“.

Justificativas

Em entrevista ao final do evento, Paulo Câmara justificou que Fernando Bezerra Coelho tinha uma reunião com Temer nesse sábado (26) e que Fernando Filho viaja nesta segunda (28) para a China na comitiva presidencial, por isso não puderam estar no evento. “Estamos conversando. Todo partido tem divergência”, desconversou Paulo. O governador, porém, se disse preocupado com a solução de venda da Chesf.

Sileno Guedes disse ter convidado FBC, Fernando Filho e Miguel Coelho. “Inegavelmente o senador e seu conjunto está fazendo uma discussão com relação aos rumos do partido. Ele tem um posicionamento claro. Nós gostaríamos muito que eles estivessem. Mas, também, a gente compreende o momento dessa reflexão que eles estão fazendo. Espero que essa reflexão seja concluída de forma a garantir a unidade do partido“, afirmou.

A Executiva do PSB-PE ficou assim formada:

PRESIDENTE: Sileno Sousa Guedes

  1. 1º VICE-PRESIDENTE: Francisco Tadeu Barbosa de Alencar
  2. 2º VICE-PRESIDENTE: Fernando Bezerra Coelho Filho
  3. 3º VICE-PRESIDENTE: Felipe Augusto Lyra Carreras
  4. SECRETÁRIO-GERAL: Adilson Gomes da Silva
  5. 1° SECRETÁRIO: Gabriel Andrade Leitão de Melo
  6. 2° SECRETÁRIO: Manoel Eduardo Vasconcelos Rodrigues
  7. 1° SECRETÁRIO DE FINANÇAS: Mário Cavalcanti de Albuquerque
  8. 2° SECRETÁRIO DE FINANÇAS: Tercília Vilanova
  9. SECRETARIA DE ARTICULAÇÃO METROPOLITANA SUL: Lula Cabral
  10. SECRETARIA DE ARTICULAÇÃO METROPOLITANA NORTE: Gilberto Feitosa Júnior
  11. SECRETARIA DE MOBILIZAÇÃO POLÍTICA: Waldemar Borges
  12. SECRETARIA DE FORMAÇÃO POLÍTICA: Auxiliadora Maria Pires Siqueira da Cunha
  13. SECRETARIA DE POLÍTICAS REGIONAIS: José Aluísio Lessa
  14. SECRETARIA DE ORGANIZAÇÃO: João Henrique de Andrade Lima Campos
  15. SECRETARIA DE CULTURA: Pedro José Mendes Filho
  16. SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÁRIA: José Aldo dos Santos
  17. SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE: Heraldo de Albuquerque Selva Neto
  18. SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL E PROPAGANDA: Adilson Gomes da Silva Filho
  19. SECRETARIA DE ARTICULAÇÃO SOCIAL: Isaltino Nascimento
  20. SECRETARIA DE AÇÃO PARLAMENTAR: Diogo Casé Moraes

@lingua

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar