NotíciasPolítica

Temer tentou falar com Moreira na madrugada das prisões, diz Lava Jato

O fato só foi conhecido após as prisões, porque naquele dia as informações ainda estavam em análise

O ex-presidente Michel Temer tentou contatar o ex-ministro Moreira Franco na madrugada do dia 21 de março, quando ambos foram presos preventivamente por suspeita de desvios de recursos da Eletrobras. Segundo o Ministério Público Federal, isso não era comum entre eles.

À 1h24 daquela data, Temer tentou ligar e enviou uma mensagem pelo WhatsApp perguntando se Franco estava acordado. Alguns minutos depois, à 1h40, Franco tentou retornar a ligação, mas não teve resposta. Então respondeu a mensagem dizendo que estava acordado e tinha tentado ligar.

o que, para os procuradores, pode indicar que eles sabiam da operação que aconteceria horas depois. O fato só foi conhecido após as prisões, porque naquele dia as informações ainda estavam em análise.

Para a força tarefa da Lava Jato, isso não significa que eles não tenham conseguido se falar. Podem ter conversado posteriormente por outros aplicativos ou aparelhos. O Ministério Público citou o acontecimento para reforçar que as prisões preventivas eram necessárias.

O celular de Marcela Temer também foi apreendido. Ela forneceu a senha no dia da operação e o aparelho foi analisado superficialmente pela autoridade policial responsável pela ação, que concluiu que seria necessária uma análise mais aprofundada e levou o celular.

Artigos relacionados

1 pensou em “Temer tentou falar com Moreira na madrugada das prisões, diz Lava Jato”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar