Notícias

Terra Nova: Deputado Lucas Ramos e Presidente do IPA , Odacy Amorim participam de Audiência pública

A barragem está sem reforma desde 1995 e a quantidade buracos tem aumentado a cada dia e as pedras estão se soltando por causa das fissuras e infiltrações. São esperadas diversas autoridades na Audiência pública, dentre elas, o deputado estadual Lucas Ramos e o presidente do IPA,Odacy Amorim.

 

A  Agencia Pernambucana de Águas e Clima (APAC), a barragem Nilo Coelho , no município de Terra Nova, corre riscos de rompimentos em diversos pontos. Por esse motivo, Uma audiência pública será realizada nesta terça-feira, 18,às 10h, com o intuito de debater as decisões a serem tomadas com a possível abertura emergencial da descarga de fundo do equipamento. Os técnicos da Secretaria de Infraestrutura do Estado de Pernambuco alegam que a barragem apresenta nível de perigo três.

A barragem está sem reforma desde 1995 e a quantidade buracos tem aumentado a cada dia e as pedras estão se soltando por causa das fissuras e infiltrações. São esperadas diversas autoridades na Audiência pública, dentre elas, o deputado estadual Lucas Ramos e o presidente do IPA,Odacy Amorim.

Os moradores questionam a determinação de esvaziamento e restauração do reservatório com a água e os motivos dessas modificações não terem sido feitas no período de estiagem. Um ofício em 2013 apontava a necessidade de uma reforma e a Câmara de Vereadores de Terra Nova solicitou intervenções ao governo do estado.

A audiência pública  que será  realizada na Câmara de Vereadores de Terra nova   espera contar ainda com secretários de diversos municípios, moradores, agricultores e representantes de conselhos de pescadores e agricultores que certamente serão prejudicados com a medida.

O representante da Secretaria Estadual de Recursos Hídricos apontou os problemas da barragem e o plano de contingência para minimizar os impactos. As famílias que vivem nas áreas de risco vão ser cadastradas e há possibilidade de aproveitar as águas da transposição do Rio São Francisco durante a estiagem.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar