Notícias

Uma homenagem ao poeta Manuca

 

O falecimento do poeta Manuca Almeida na noite do dia 11 de novembro  em Barretos, São Paulo, deixou Juazeiro e Petrolina tristes. Pelas redes sociais,foram muitas as manifestações de pesar.

O corpo de Manuca chegou por volta das 14h de hoje (13) à cidade de Juazeiro da Bahia que o acolheu. O velório, que  aconteceu no Centro de Cultura, foi reservado primeiro aos familiares do multiartista, e em seguida aberto ao público.

O sepultamento do corpo do poeta, compositor e artista Manuca, foi realizado às 19h, no Cemitério Central da cidade baiana.

 

Homenagem merecida

LUGAR QUE TEM AMOR

(Targino/Manuca) “Você sempre vai estar perto do meu coração”, amigo, parceiro Manuca Almeida! Que Deus ilumine seu novo caminho e conforte toda a sua família, sua esposa Lú, as filhas Dandara, Vitória, Iana, Fernandinha e Ben, seus netos.
Eu só tenho que te agradecer pela amizade, incentivo e parcerias em muitas lindas canções como: Esperando na Janela, Toca Pra Nós Dois, Lugar Que Tem Amor, Senhor Jesus, Meu Amor Quem Dera, entre outras.
Nosso Manuquinha! Nosso poeta! Meu maior parceiro! Saudade grande, Papito!!! Dor imensa! Vai com Deus!!!
😔😍❤️🙏 (Targino Gondim, cantor e compositor).

Por Cauby Fernandes

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar