Notícias

Uma pausa pra realidade em Petrolina. Evento gospel da prefeitura foi um fracasso! FEIO

Resultado de imagem para fotos do show gospel em petrolina em comemoração aos 122 anos

Como sempre acontece, e isso não só com o prefeito Miguel Coelho, mas com os chefes do executivo que aqui passaram em Petrolina, e aí eu não tiro do meu comentário nenhum. Todos sem exceção, sempre esqueceram de dar o melhor para o povo religioso da cidade ! O último tiro que foi dado acertou o povo evangélico e católico. A  prefeitura idealizou um evento religioso em comemoração aos 122 anos da cidade. Primeiro colocou juntos evangélicos e católicos  e esqueceram das outras religiões! Não dá certo! Depois colocou duas bandas (uma evangélica e uma católica)que brigaram pelo horário , e por fim esqueceram de avisar às religiões que ia acontecer  o evento.

Esse povo da prefeitura pensa que lidar com cristão, com povo religioso ,  é como lidar com outros povos, não é assim! O povo evangélico,  católico e das religiões afro-descendestes gostam de ser convidados pessoalmente, e não pela imprensa, há que se mandar convite para as  paróquias, para as igrejas e  para os terreiros. Esqueceram do dever de casa mais uma vez! Não é que o povo seja metido, é que sempre funciona desse modo! Outra coisa, a misturada que eles fizeram foi sem consultar as religiões, não se faz assim! É preciso consultar! 

Qual o foi o resultado disso? Um evento feio, feito a tom de caixa, sem o devido respeito com o povo, com as religiões.  120 pessoas no máximo era o público presente  em uma Concha que cabe mais de duas mil pessoas! Nem o dízimo estava lá!  Com louvores espirituais e de muita paz , ainda que com pouca gente a comunidade cristã de Petrolina louvou ao Deus poderoso na noite da sexta-feira (22), na concha acústica, celebrando o aniversário de  122 anos de Petrolina.   A primeira apresentação, foi  da banda Dukarmu, da paróquia Sagrada Família, do Bairro José e Maria, que subiu ao palco e cantou todos os louvores, exaltando o nome do Poderoso e levando os 120expectadores  para cantar juntos. Ao som da banda Forró na Benção, da Igreja do Nazareno, do Bairro Maria Auxiliadora, o ritmo de forró tomou conta do palco e fez todo mundo (os 120) cantar e dançar.

Esse povo da prefeitura pensa que lidar com cristão, com povo religioso ,  é como lidar com outros povos, não é assim! O povo evangélico,  católico e das religiões afro-descendestes gostam de ser convidados pessoalmente, e não pela imprensa. Deixo a dica.

Por Cauby Fernandes

@língua

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar