Notícias

Vereadores da Bancada de Miguel Coelho estão expostos e fragilizados

Por essa razão,sem pensar em danos futuros(politicamente falando) e aprovando projetos de lei  que prejudicam a sociedade, eles seguem numa saga que confunde a população. E aí, uma pergunta surge nas mentes petrolinenses: vale à pena fazer  os gostos dos chefe em detrimento do medo e dos receios?

A cada dia que passa , nos convencemos que ser guiado por outros sem ter vontade própria em detrimento de se manter amigo de poderosos, pode, no futuro, trazer grandes prejuízos e danos pessoais.

Em um futuro bem próximo, os vereadores de situação que apoiam Miguel Coelho, serão lembrados como aqueles que apenas “obedeceram” as ordens do chefe sem ao menos questionar se tais ordens eram benéficas para o bem comum. Fatos e atitudes negativas, tem sido uma constante na Casa que leva o nome do povo.

Já vimos diversos projetos serem aprovados na Câmara de vereadores de Petrolina apenas para afagar o ego do prefeito, e não magoá-lo por ser jovem e ter nas um poder que as vezes pode ser usado com muita raiva e ódio em direção daqueles que não fazem sua vontade. É fato notório que os vereadores tem um grande medo acompanhado de receios quando o assunto é não frustrar as ordens do chefe.

Por essa razão,sem pensar em danos futuros(politicamente falando) e aprovando projetos de lei  que prejudicam a sociedade, eles seguem numa saga que confunde a população. E aí, uma pergunta surge nas mentes petrolinenses: vale à pena fazer  os gostos dos chefe em detrimento do medo e dos receios? Os vereadores em sua grande maioria já passou dos 40 anos de idade, e ainda assim, agem como meninos que agem sem pensar nas consequências vindouras. Onde fica o bom senso? Como suas famílias os enxergam? Será que eles tem passado bom exemplo? Como fica a consciência dessas pessoas? Seus amigos os respeitam, ou apenas estão do seu lado por que tem “status” de vereador?

Os danos podem ser avassaladores e, como já dissemos, no futuro, nos anais da história, eles ficarão conhecidos como aqueles  que foram lagartixas que apenas balançavam a cabeça em sinal de total submissão às ordens de um menino. Menino esse, que por ser pequenino, era egocêntrico e queria que suas vontades fossem atendidas. Uma pena ver homens de bem se sujeitando a isso.

É hora de reavaliar posturas, métodos a serem usados.Os vereadores da Bancada do prefeito, salvo alguns, são irresponsáveis no trato do Regimento interno da Casa: chegam tarde, saem de fininho,não obedecem horários, não avaliam projetos,mas dizem que avaliam, brincam com a população. Enfim, precisam de verdade, reavaliar certas atitudes. A exposição ao ridículo tem sido marca indelével de muitos vereadores que hoje abraçam o governo Novo tempo.

É hora de mudança, e mudança de verdade.A escuridão sem fim causa medo!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar