Notícias

Câmara de Vereadores de Petrolina-PE pode criar Comissão Especial para investigar denúncias contra o Hospital Dom Malan-IMIP

Imagem relacionada

iante dos últimos fatos ocorridos no Hospital Dom Malan-IMIP, onde mais uma paciente veio a óbito, os Vereadores Paulo Valgueiro, Ronaldo Souza, Rodrigo Araújo, Gabriel Menezes e Ronaldo Silva tiveram a iniciativa de apresentar um Requerimento conjunto, solicitando a criação de uma Comissão Especial de Inquérito na Câmara de Vereadores de Petrolina, para investigar as constantes denúncias de negligência, com ocorrências de danos graves à saúde dos pacientes, inclusive com pacientes, mulheres e crianças, que chegaram a óbito, em virtude da evidente precariedade do atendimento no Hospital Dom Malam, sob a gestão do IMIP.

Na Sessão Ordinária da última quinta-feira a Câmara de Vereadores de Petrolina recebeu o movimento “Eu Sou Mãe. Eu Tenho Medo”, que fazia um protesto pacífico para chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortalidade materno-infantil no hospital Dom Malan e pedir providências das autoridades para encontrar uma solução para o problema da saúde pública, em especial, para a saúde materno-infantil.

O Vereador Paulo Valgueiro, Líder da oposição, se pronunciou dizendo que “como fiscais e representantes do povo, não podemos ficar inertes diante de uma situação tão difícil e que sacrifica ainda mais uma população já tão castigada pelas condições de saúde pública, em que os governos subfinanciam os cuidados com a saúde pública, não têm a saúde como prioridade e o povo é quem paga a conta, muitas vezes com a própria vida.”

A Comissão deve contar com a participação de sete vereadores, de diferentes legendas, unindo oposição e situação num único propósito, defender os interesses do povo, como deve ser. O problema deverá ser tratado com zelo, ouvindo todos os sujeitos envolvidos, analisando documentos, investigando a fundo as causas que deram aso aos fatos ora denunciados e, ao final, encaminhando-se relatórios ao gestores das três esferas de Governo e ao Ministério Público para que sejam tomadas as medidas cabíveis,

E para garantir a lisura e seriedade do processo administrativo de investigação, o Vereador enfatiza que “não pode compor a comissão nenhum vereador que tenha vínculos pessoais ou deva favores a médicos ou diretores do Hospital. O tema precisa ser tratado com responsabilidade e isenção. Não pode ser utilizado politicamente por ninguém. A gente precisa ter responsabilidade de fazer a coisa certa”.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar