NotíciasPolítica

Miguel Coelho será candidato mesmo? Desespero bate à porta. Prefeito não aparece bem em pesquisas. Faltam 4 meses para dar adeus à prefeitura

Projeto natimorto: o desespero bate à porta de Miguel Coelho, e a caminhada tem se tornado uma difícil missão. Até sua propensa candidatura hoje é mais que uma duvida. Será que o prefeito vendo que não está bem na fita , ainda assim vai levar adiante esse projeto "natimorto"? 

Os empréstimos que o prefeito Miguel Coelho  contraiu para o município de Petrolina,  comprometerão as contas pelos próximos anos. A dimensão dos empréstimos na ordem de 152 milhões que foram adquiridos nesses 5 anos de mandato, revelam o desespero de um gestor que não se impôs como executivo.

Para aqueles que não sabem, os empréstimos que foram adquiridos, mesmo que Miguel não seja mais prefeito de Petrolina, serão descontados no repasse do Fundo de Participação do Município (FPM), já que o governo Federal não vai perdoar a dívida. Funciona como um empréstimo consignado, que vem descontado no salário do trabalhador comum. A União não perdoa amigo!

Simão Durando que assumirá (talvez), a prefeitura de Petrolina daqui a pouco mais de 4 meses certamente enfrentará dificuldades, até por que, não poderá fugir da dívida. Será um prefeito claudicante.

A gestão de Miguel Coelho não consegue mais caminhar como no inicio, e sendo egoísta, busca com todas as forças mostrar à população que trabalha e, segue contraindo empréstimos para dizer que tem poder. Fazer financiamento qualquer um faz! Se o prefeito diz ter força política, e tem o pai senador e irmãos como deputados, por que as transferências voluntárias do governo Federal não chegam ao município?  A força não aparece! Aliás, aparece apenas nos blogues e rádios locais, mas de verdade, ela não existe.

As denúncias de trabalhos pessimamente executados na cidade, já chegaram às repartições das grandes empresas de mídia do País. Um exemplo disso estar acontecendo, foi a Folha de São Paulo passar 3 semanas por essas bandas colhendo informações e, essas foram veiculadas, mostrando que apenas de marketing vive o governo novo tempo.

Há um desespero latente em mostrar à população que está conseguindo recursos, mas que na verdade são dívidas que o município terá a obrigação de pagar. Outro fato, é que Miguel Coelho tem uma equipe que está se partindo ao meio e não o ajuda.

As brigas e entraves dentro da equipe, estão a ponto de implodir essa  gestão que vive só de marketing local.Nos bastidores, é monstro caçando monstro, e do mesmo jeito, acontece na Câmara de vereadores, onde os ciúmes e brigas por coisas pequenas tem se tornado marca registrada. Enfim, com essas dívidas, o desespero bate à porta de Miguel Coelho, e a caminhada tem se tornado uma difícil missão. Até sua propensa candidatura hoje é mais que uma duvida. Será que o prefeito vendo que não está bem na fita , ainda assim vai levar adiante esse projeto “natimorto”?

Esperemos.

Tags

Artigos relacionados

1 pensou em “Miguel Coelho será candidato mesmo? Desespero bate à porta. Prefeito não aparece bem em pesquisas. Faltam 4 meses para dar adeus à prefeitura”

  1. o pior de tudo contraiu esses emprestimos milionarios e não faz um serviço bem feito deixando claro que são obras eleitoreiras e com superfaturamento nao existe esses asfalto se desmanchando com um ano de feito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar